Blog da REBOB

Reserva Técnica começa a ser usada nos reservatórios Santa Branca e Paraibuna, no Paraíba do Sul


A partir de fevereiro os reservatórios Santa Branca e Paraibuna, na bacia do Rio Paraíba do Sul, começam a usar o volume de água localizado abaixo do limite operacional para geração de energia elétrica. As reservas que começam a ser utilizadas visam garantir os usos múltiplos na Bacia, inclusive o abastecimento da Região Metropolitana do Rio do Janeiro.


As regras para a utilização da reserva técnica dos quatro reservatórios permanecem as mesmas atualmente em vigência, definidas pela Resolução ANA 2051 de 23 de dezembro de 2014. Oportunamente, a ANA fará a divulgação de novas regas, caso elas sejam modificadas, em articulação com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), os órgãos gestores de recursos hídricos dos estados que compartilham a Bacia (SP,RJ e MG) e o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Ceivap).


O volume localizado abaixo do limite operacional das Usinas Hidrelétricas é conhecido como volume morto, pois não é utilizado para a geração de energia elétrica.


Diferente do uso da reserva técnica do Sistema Cantareira, onde foram necessárias obras para a instalação de bombas capazes de acessar o volume abaixo do limite operacional daqueles reservatórios, no Paraíba do Sul não serão necessárias obras para alcançar a parte desta reserva que é acessível por gravidade.


Segundo dados do ONS, o volume morto total do Paraibuna possui 2.096 hm³, que equivalem a 2,096 bilhões de m³ ou a 2,096 trilhões de litros. Já o Santa Branca possui 131,2 hm³ ou 131,2 milhões de m³ ou 131,2 bilhões de litros. A reserva técnica do Jaguari é de 443,1 hm³ ou 443,1 milhões de m³ ou 443,1 bilhões de litros e a do reservatório Funil soma 282,6 hm³ ou 282,6 milhões de m³ ou 282,6 bilhões de litros.


O volume total de água destas reservas que é acessível por gravidade ainda está sendo estudado pelo ONS e o operador do reservatório.


Para mais informações: www.ana.gov.br

1 visualização

A Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas - REBOB é uma entidade sem fins lucrativos constituída na forma jurídicos de Associação Civil, formada por associações e consórcios de municípios, associações de usuários, comitês de bacia e outras organizações afins, estabelecidas em âmbito de bacias hidrográficas.

Design & Marketing Digital

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos
  • Telegram
  • LinkedIn App Icon
  • Wix Facebook page