Blog da REBOB

Agência das Bacias PCJ, Comitês PCJ e Sanasa, vão investir R$ 11,8 milhões em ações para o combate a


A Sanasa, em parceria com a Agência das Bacias PCJ e com os Comitês PCJ vão investir cerca de R$11,8 milhões em ações de combate às perdas no sistema de abastecimento de Campinas, sendo, aproximadamente R$ 8 milhões provenientes dos recursos da cobrança federal pelo uso da água e, R$3,8 milhões de contrapartida da Sanasa. A verba será utilizada em dois projetos de controle de perdas de águas no sistema de abastecimento da cidade, nos bairros Jardim Aurélia e Vila Proost de Souza. A assinatura dos contratos para a liberação dos recursos realizada no dia 22 de novembro reforçou o esforço dos Comitês PCJ e Agência das Bacias PCJ em investir em saneamento.


O diretor-presidente da Agência PCJ, Sergio Razera, participou da cerimônia e reforçou: “esses dois contratos são resultado de uma estratégia dos Comitês PCJ em contribuir de forma significativa para com o saneamento básico nas Bacias PCJ. E, nós estamos falando em 5,5 milhões de habitantes. Ressalto sempre que o investimento é resultado da decisão dos membros dos Comitês PCJ que deliberam em plenário como os recursos arrecadados com as cobranças PCJ serão investidos. E friso que, os critérios para a escolha dos projetos são somente técnicos, não havendo qualquer critério político em nossas instâncias”, finalizou Razera.


Além de Razera, participaram da cerimônia de assinatura, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette; o superintendente regional da Caixa Campinas, Sérgio Scramim e o diretor-presidente da Sanasa, Arly de Lara Romêo, que comentou: “a Sanasa já investiu até o momento, cerca de R$ 402 milhões de reais e, esperamos chegar a R$ 450 milhões, até o final do ano”, concluiu Arly.


Estiveram presentes ainda, o diretor técnico e vice-presidente dos Comitês PCJ, Marco Antônio Santos; o diretor de operações e presidente do Conselho Deliberativo da Agência PCJ, Paulo Tinel, além de Ivan de Carlos, coordenador de análise de desempenho dos sistemas da Sanasa e a gerente de Controle de Perdas e Sistemas, Lina Adani, que fez uma breve apresentação sobre o sistema adotado pela Sanasa em Campinas para substituir as redes e minimizar as perdas.


As obras consistem na implantação de setorização e reabilitação da infraestrutura com substituição de redes e de ligações de água nos dois bairros. Os empreendimentos deverão ser executados em 12 meses, com previsão para início em fevereiro de 2017. No Jardim Aurélia, situado na região oeste de Campinas, serão substituídos 11 quilômetros de rede pelo método não destrutivo, além da substituição de 948 ligações domiciliares. Já na Vila Proost de Souza - região oeste/noroeste do município – a substituição será de 10 km de rede pelo mesmo método e de 1.025 ligações domiciliares.


A densidade de rompimentos de rede por quilômetro entre os anos de 2013 e 2014 nessas áreas foi considerada elevada, fato que coloca os dois bairros como prioritários no plano de ações de combate e redução de perdas da Sanasa para o município e Campinas. A substituição das redes e das ligações de água tem o intuito de eliminar os vazamentos que hoje ocorrem em função da rede existente, implantada na década de 60, ser de cimento amianto e ramais de ferro galvanizado. A obra tem como objetivo reduzir significativamente as perdas de distribuição de água para abastecimento, otimizar a utilização dos recursos hídricos, reduzir os custos operacionais, diminuir o número de interrupções no abastecimento e o desperdício de água tratada.


RESUMOS DOS EMPREENDIMENTOS


JARDIM AURÉLIA – CAMPINAS/SP


Tomador: SOCIEDADE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO – SANASA

Título do Empreendimento (Objeto): IMPLANTAÇÃO DE SETORIZAÇÃO E REABILITAÇÃO DA INFRAESTRUTURA COM SUBSTITUIÇÃO DE REDES E LIGAÇÕES DE ÁGUA NO BAIRRO JARDIM AURÉLIA


VILA PROOST DE SOUZA – CAMPINAS/SP


Tomador: SOCIEDADE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO – SANASA

Título do Empreendimento (Objeto): IMPLANTAÇÃO DE SETORIZAÇÃO E REABILITAÇÃO DA INFRAESTRUTURA COM SUBSTITUIÇÃO DE REDES E LIGAÇÕES DE ÁGUA NO BAIRRO VILA PROOST



Para mais informações: www.agenciapcj.org.br

0 visualização

A Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas - REBOB é uma entidade sem fins lucrativos constituída na forma jurídicos de Associação Civil, formada por associações e consórcios de municípios, associações de usuários, comitês de bacia e outras organizações afins, estabelecidas em âmbito de bacias hidrográficas.

Design & Marketing Digital

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos
  • Telegram
  • LinkedIn App Icon
  • Wix Facebook page