Blog da REBOB

População rural de Serra Talhada (PE) será beneficiada com poços instalados pela Codevasf

Mais uma ação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) no semiárido pernambucano vai garantir acesso à água a população rural que enfrenta os efeitos da estiagem prolongada. Cerca de 2 mil pessoas que residem na zona rural do município de Serra Talhada (PE) serão beneficiadas com a perfuração e instalação de 19 poços artesianos.



Nessa ação, serão investidos recursos da ordem de R$ 500 mil, oriundos do Orçamento Geral da União e destinados à Codevasf por emendas parlamentares. De acordo com o secretário de Obras e Infraestrutura de Serra Talhada, Cristiano Menezes, as comunidades beneficiadas com os poços serão: Carneiro, Jatobá, Várzea da Madeira, São José, Conceição do Meio, Caititu, Macambira, Cacimba Velha, Novo Horizonte, Bernardo Vieira, Caititu, Deserto, Angico Grande Herculano, Mirador, Luanda e Gavião.


A implantação dos poços artesianos ocorre em três fases. Na primeira, um geólogo vai até a comunidade rural e, por meio de estudos preliminares, localiza o ponto onde há uma provável fonte de água e faz o georreferenciamento por GPS. Na segunda fase, é deslocada uma equipe de campo que faz a perfuração no local georreferenciado. Na última fase, há a colocação da bomba e o teste para operacionalização do poço artesiano.


Para chegar até as fendas, os poços são perfurados até uma profundidade de cerca de 60 metros, e a água é conduzida até a superfície por meio de bombas – caso haja um volume grande de água e energia elétrica disponível –, ou por cataventos, quando o volume é menor. A água fica armazenada em um reservatório e pode ser retirada pela comunidade nas torneiras.


A perfuração e a instalação de poços oferecem alívio para a população que vive e produz em áreas onde a falta de água é agravada pela seca prolongada. A previsão para início e perfuração de poços na zona rural de Serra Talhada é para março de 2019, segundo informações da Gerência Regional de Desenvolvimento da 3ª Superintendência Regional da Codevasf, em Petrolina (PE).


Fonte: Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf)

A Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas - REBOB é uma entidade sem fins lucrativos constituída na forma jurídicos de Associação Civil, formada por associações e consórcios de municípios, associações de usuários, comitês de bacia e outras organizações afins, estabelecidas em âmbito de bacias hidrográficas.

Design & Marketing Digital

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos
  • Telegram
  • LinkedIn App Icon
  • Wix Facebook page