Blog da REBOB

Nota informativa - Rio Paraopeba

por ASCOM/ANA


Integrantes da Sala de Acompanhamento da Operação do Sistema Hídrico do Rio São Francisco participaram de reunião nesta terça-feira, 11 de fevereiro. A Sala faz reuniões periódicas, presencialmente e por videoconferência. Nesta semana, contou com a participação de representantes da mineradora Vale, que apresentaram o Plano de Contingência para suprimento de água aos usuários do reservatório da UHE Três Marias (MG).

Zig Koch / Banco de Imagens ANA

A Sala conta com a participação de uma série de instituições, como Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Ministério de Minas e Energia (MME), Ministério do Meio Ambiente (MMA), Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Marinha do Brasil, Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (CHESF), Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF), dentre outros participantes federais e estaduais.


No ano passado, a Vale apresentou à Agência Nacional de Águas (ANA) e ao Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) proposta de Plano de Contingência para suprimento de água na hipótese de os efeitos causados pelo rompimento da Barragem de Brumadinho atingirem o reservatório da UHE Três Marias. Esse Plano prevê ações caso haja alterações na qualidade da água, conforme padrões definidos pelo próprio Plano. Tais medidas seriam acionadas automaticamente.


Nesta terça-feira, a ANA e o IGAM decidiram ampliar o monitoramento da qualidade da água no rio Paraopeba (Minas Gerais) e no reservatório da UHE Três Marias. Essa intensificação do monitoramento foi adotada devido às chuvas intensas registradas em janeiro e fevereiro na região.


O monitoramento da qualidade da água do rio Paraopeba ocorre de forma sistemática desde o rompimento da Barragem I, na mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). Em medições recentes, após as chuvas do início de 2020, foi constatado que houve alteração na qualidade da água no braço do rio Paraopeba, na entrada do reservatório da UHE Três Marias.


Assessoria de Comunicação Social (ASCOM)

Agência Nacional de Águas (ANA)

(61) 2109-5129/5495

0 visualização

A Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas - REBOB é uma entidade sem fins lucrativos constituída na forma jurídicos de Associação Civil, formada por associações e consórcios de municípios, associações de usuários, comitês de bacia e outras organizações afins, estabelecidas em âmbito de bacias hidrográficas.

Design & Marketing Digital

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos
  • Telegram
  • LinkedIn App Icon
  • Wix Facebook page