Blog da REBOB

Pesquisadores internacionais debatem estudos sobre barragens

“Foram estudados vários temas para criar novas ferramentas e métodos para uma melhor gestão dos recursos hídricos”

Os resultados de pesquisas em modelagens de barragens de água e a sua aplicabilidade foram apresentados no evento MuDak – WRM (Multidisciplinary Data Acquisition as Key for a Globally Applicable Water Resource Management), na terça-feira (3), no auditório do Tarumã da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), em Curitiba. Participaram técnicos de diversas instituições internacionais.

O evento foi aberto pelo coordenador do projeto Stephan Fuchs, do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe (KIT), pelo reitor da Universidade Federal do Paraná, Ricardo Fonseca, pelo diretor de Meio Ambiente da Sanepar, Julio Gonchorosky, pelo secretário-executivo da Presidência da Sanepar, Mario Zigovski, e pelo gerente da área de pesquisas da empresa, Gustavo Rafael Collere Possetti.


Desenvolvida por um período de dois anos, a pesquisa utilizou dois reservatórios de água como base: o Passaúna, localizado em Curitiba, e o Grosse Dhünntalsperre, na Alemanha.

Nova etapa


O pesquisador Mauricio Bergamini Scheer, um dos coordenadores do projeto pela Sanepar, explicou que foram estudados vários temas para criar novas ferramentas e métodos para uma melhor gestão dos recursos hídricos. A pesquisa agora sai da etapa de estudos e passa para uma nova etapa, de aplicabilidade, a partir de um modelo mais eficiente na gestão das barragens.


O reitor da UFPR disse que quer manter esta parceria com a Sanepar e as demais instituições, lembrando que é este o papel da universidade, o de trabalhar em prol da comunidade. “Os resultados desta pesquisa são um orgulho para a universidade”, disse. A opinião dele foi compartilhada por Possetti, que afirmou que a parceria entre a academia e a indústria é fundamental para avançar com as melhores práticas a serviço da sociedade.

A pesquisa teve um custo aproximado de R$ 3 milhões e foi desenvolvida por cerca de 40 pesquisadores de diversas instituições, como o KIT, UFPR, Fona Research for Sustainable Development, Capes, Emater, Águas do Paraná, Universidade Positivo, Fundação Araucária, Hydron (Umwelt und Wasserwirtschaft), Universität Koblenz-Landau, Eftas, 52 North Exploring Horizons, Wupperverband e Trios Optical Sensors.


Fonte: Agência de Notícias do Paraná.

17 visualizações

Design & Marketing

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos