Sumário da água

Blog da REBOB

8 curiosidades sobre a Amazônia

Escrito por Bruna Soldera - Instituto Água Sustentável IAS


É indiscutível a importância da Amazônia para o Brasil e para o mundo. A Amazônia é o maior bioma do Brasil e ocupa aproximadamente 60% da região norte do país (MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, 2021), é a maior floresta tropical do mundo!

Crescem no bioma Amazônia 2.500 espécies de árvores e isto representa um terço de toda a madeira tropical do mundo, e 30 mil espécies de plantas das 100 mil da América do Sul! (AGÊNCIA BRASIL, 2014; INSTITUTO ÁGUA SUSTENTÁVEL, 2022).


Vamos ver algumas curiosidades sobre a Amazônia?

1. A bacia amazônica é a maior bacia hidrográfica do mundo, cobre cerca de 6 milhões de km2 e tem 1.100 afluentes, sendo que o seu principal rio, o Amazonas, corta a região para desaguar no Oceano Atlântico, lançando ao mar cerca de 175 milhões de litros d’água a cada segundo (AGÊNCIA BRASIL, 2014; INSTITUTO ÁGUA SUSTENTÁVEL, 2022).

2. O maior manguezal: A costa amazônica possui o maior número de manguezais no Brasil, sendo que aproximadamente 80% dos manguezais do país se encontram na região e abriga uma gigantesca quantidade de deposição de material lamoso cheio de nutrientes (CICLO VIVO, 2021).

3. A Amazônia não é o pulmão do mundo: com toda a sua exuberância, a floresta ganhou a fama de ser o pulmão do mundo, mas isso é um mito. As árvores respiram e consomem quase tanto oxigênio quanto produzem, e grande parte do ar que entra em nossos pulmões vem, na verdade, das algas marinhas, que fazem processos químicos para reverter gás carbônico em oxigênio (ÉPOCA, 2015). Segundo Frederico Brandini (Instituto Oceanográfico da USP) “neles [oceanos] é que estão as algas marinhas responsáveis pela produção da maior parte do oxigênio consumido no planeta” (CICLO VIVO, 2021).

4. Areias do deserto: a floresta Amazônica recebe areia do deserto do Saara, que viajam através dos ventos e levam para a florestas minerais que fertilizam o solo. Aproximadamente 2,7 milhões da poeira do deserto do Saara se depositam na bacia amazônica (PORTAL AMAZÔNIA, 2021).

5. Recifes de Corais: existem recifes de corais na bacia do rio Amazonas, e eles sobrevivem em grandes profundidades e em locais com pouca luz. Sem luz para fazer fotossíntese, o recife conta com a ajuda de bactérias que produzem matéria orgânica (BIÓICOS, 2020). Em 2016 a Revista Science Advances publicou um artigo cujo título é “Um extenso sistema de recifes na foz do rio Amazonas”, o qual os autores escrevem sobre a pesquisa na região.

6. Uma onda gigante: Pororoca é o nome dado para se referir a um dos mais impressionantes fenômenos da natureza, que ocorre quando as águas do mar se encontram com um rio e formam uma grande onda que pode atingir até 4 metros de altura e durar até uma hora e meia, avançando 50 quilômetros no rio Amazonas adentro! (CICLO VIVO, 2021). 7. Rios gigantes no céu: massas de vapor que transferem cerca de 8 quatrilhões de litros de água por ano e isso é que faz chover no Sudeste até a bacia do Prata, é o que alimenta todo sistema de água do Brasil. Esse fenômeno é ocasionado por grandes fluxos aéreos de água sob a forma de vapor que vêm de áreas tropicais do Oceano Atlântico e são alimentados pela umidade que se evapora da Amazônia através da transpiração das árvores. Para se ter uma noção, são quase 400 bilhões de árvores transpirando diariamente. Isso faz com que os rios voadores sejam imponentes: são quase três quilômetros de altura, algumas centenas de quilômetros de largura e milhares de quilômetros de comprimento (RIO VOADORES; SUPERINTERESSANTE, 2018).

8. Os povos indígenas são símbolo da Amazônia e estão presentes na região muito antes do Brasil ser colonizado. Os maiores grupos de índios da Amazônia são os Guaranis, Xerentes, Amawákas, Anambés, Kambebas e os Aruá. (CICLO VIVO, 2021).


A Amazônia é fantástica! Precisamos preservar as suas riquezas e seus povos, é a nossa obrigação!


Fonte: Instituto Água Sustentável IAS

Referências: AGÊNCIA BRASIL, 2014 BIÓICOS, 2020 CICLO VIVO, 2021 ÉPOCA, 2015 INSTITUTO ÁGUA SUSTENTÁVEL, 2022 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, 2021 PORTAL AMAZÔNIA, 2021 RIO VOADORES SCIENCE ADVANCES SUPERINTERESSANTE, 2018

41 visualizações