top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

Com 91% de águas limpas, veranistas comemoram balneabilidade do Paraná


Publicado nesta sexta-feira (19) pelo Instituto Água e Terra (IAT), o quinto boletim semanal de balneabilidade apontou que 60 dos 66 pontos monitorados pelo órgão (91%) estão identificados como próprios aos banhistas, com aumento de áreas recomendadas no Litoral (trecho do Balneário Olho D'água, em Pontal do Paraná, e trecho da Praia Brava de Caiobá próximo à Rua Alvorada, em Matinhos), que têm causado uma boa impressão aos veranistas.


No Litoral, os únicos pontos considerados impróprios são um trecho de 250 metros à direita do trapiche da Praia de Encantadas, na Ilha do Mel, o trecho da praia central de Guaratuba próximo à Rua Alois Cicatka e a Ponta da Pita, em Antonina. Morretes apresenta 100% de balneabilidade, seguido por Matinhos (93%), Guaratuba (93%), Pontal do Paraná (91%) e Ilha do Mel (83%).


A qualidade das águas e areias do Paraná tem sido aprovadas pelos visitantes. Há 15 anos, a odontopediatra Fabíola Giordani Maestro, de Rolândia, passa as férias em Caiobá e considera que esta temporada tem sido a com melhor estrutura e limpeza. “Esse ano eu acho que foi a melhor estrutura tanto para o banhista quanto para quem caminha no calçadão. Eu fico na praia até o fim do dia e até agora não vi lixo, sem contar que visualmente a praia está linda”, disse.


Acostumado a passar as férias nas praias de Santa Catarina, o decorador e professor Juliano Sabatine, de Rosário do Ivaí, foi convencido por amigos a curtir a praia de Caiobá. Após alguns dias de folga, ela já considera retornar na próxima temporada. “A última vez que havia vindo foi em 2008 e um amigo me convidou dizendo que as praias paranaenses estavam mais limpas que as de Santa Catarina, e realmente eu tive o prazer de estar aqui e comprovar. Minha mãe e minhas filhas estão com uma praia marcada para outro lugar nós já estamos mudando os planos”, disse.


O servidor federal Luciano Barfnecht, de Palmas, começou a frequentar as praias de Matinhos para visitar os pais, que decidiram morar na praia após a aposentadoria há cerca de oito anos. “Desde que meus pais vieram para cá eu tive mais contato com o Litoral paranaense e nesse período observei uma melhoria grande da faixa de areia, do pavimento e da infraestrutura. Além das praias serem limpas, o mar é mais quente e agradável”, opinou.

FOZ DE RIO – As demais localidades que aparecem como impróprias no Litoral são concentradas na foz dos rios que cortam a região, dez pontos de drenagem das áreas urbanas que nunca são indicados para banhos ou práticas esportivas, como a foz do canal Caiobá, em Matinhos, e a foz do Rio Olho D’Água, em Pontal do Paraná. O IAT, inclusive, nem faz a medição desses pontos.


COSTAS OESTE E NORTE – O índice geral de qualidade da água permaneceu o mesmo da última semana, devido a identificação de três pontos inadequados para banhos nas praias artificiais que existem ao longo do Reservatório de Itaipu: duas em São Miguel do Iguaçu e um trecho da praia de Entre Rios do Oeste. Por outro lado, os balneários de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Itaipulândia, Missal, Santa Helena e Marechal Cândido Rondon estão 100% próprios para banho.


MONITORAMENTO – Os boletins de balneabilidade são disponibilizados semanalmente pelo IAT, durante a temporada de verão, quando há maior fluxo de banhistas nos locais monitorados. As amostras de água são coletadas nas segundas-feiras e analisadas durante a semana no laboratório do instituto, em Curitiba. Ao longo desta temporada, serão emitidos oito boletins, até o dia 9 de fevereiro de 2023, semana do Carnaval.


O monitoramento das águas verifica se há contaminação por esgoto sanitário clandestino e indica a possibilidade de uso dos espaços públicos para atividades de lazer, como natação, mergulho e esqui aquático. Para isso, utiliza-se o indicador Escherichia coli, uma bactéria existente no intestino dos seres humanos e animais de sangue quente. Quanto maior o número dessa bactéria na água, maior será a quantidade de esgoto e, consequentemente, maior a probabilidade da existência de organismos causadores de doenças.


Confira os boletins de balneabilidade do Litoral e das costas Oeste e Norte do Paraná. Para saber os pontos monitorados e a qualidade da água indicada, basta acessar o site www.iat.pr.gov.br, no menu Monitoramento/Balneabilidade, ou ainda baixar o APP “Balneabilidade Paraná”, disponível para celular Android no Google Play.


VERÃO MAIOR PARANÁ – O Verão Maior Paraná reúne uma série de ações voltadas aos veranistas e moradores dos municípios do Litoral, além de Porto Rico e São Pedro do Paraná, no Noroeste. São atividades esportivas e de lazer que englobam aulas de ginástica, dança, caminhadas, recreação infantil, shows, torneios e competições nacionais e internacionais, programação inclusiva e educação ambiental. A agenda completa pode ser consultada no site www.verao.pr.gov.br.


Confira os boletins de balneabilidade divulgados nesta sexta-feira (19): Litoral e Costa Oeste e Norte.


Fonte: IAT

15 visualizações

Comments


bottom of page