top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

Debates sobre água e gênero norteiam participação da ANA na Semana Mundial da Água na Suécia


Diretora Ana Carolina Argolo (centro) discursa durante painel Promovendo a Contextualização de Gênero dos Indicadores Globais do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável nº 6

A Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) esteve presente na Semana Mundial da Água, realizada em Estocolmo, Suécia, com o tema Sementes de Mudança: Soluções Inovadoras para um Mundo Inteligente em Água. O evento contou com a participação da diretora da instituição Ana Carolina Argolo e da coordenadora da Superintendência de Estudos Hídricos e Socioeconômicos, Mayara Lima, no último domingo, 20 de agosto, para sessões sobre água e gênero.


Argolo discutiu a temática de água e gênero no painel Promovendo a Contextualização de Gênero dos Indicadores Globais do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável nº 6 (ODS 6). A diretora debateu o assunto com Petunia Ramunenyiwa, do Departamento de Água e Saneamento da África do Sul; e de Maimouna Diarra, do Ministério da Água e Saneamento do Senegal.


Ainda no domingo, a diretora da ANA debateu o tema Monitoramento dos Serviços WASH com Enfoque no Gênero – a sigla WASH vem do inglês Water, Sanitation and Hygiene (água, saneamento e higiene). Também participaram da sessão como palestrantes Lisa Schechtman, da Agência para o Desenvolvimento Internacional dos Estados Unidos (USAID na sigla em inglês); Jess MacArthur, da Universidade Tecnológica de Sydney (Austrália); Aidan Cronin, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF); e Bethany Caruso, da Universidade Emory (Estados Unidos).


A ANA tem um histórico de participações em sessões passadas da Semana Mundial da Água de Estocolmo, onde apresentou diferentes experiências da agenda de recursos hídricos. Nesta edição foram apresentadas as experiências da Agência nos temas ODS e Gênero, as ações do Comitê Pró-Equidade de Gênero (CPEG) da Agência e outros estudos internos que resultaram na publicação do ODS 6 no Brasil: Visão da ANA sobre os indicadores.


Diretora Ana Carolina Argolo (à esq.) discursa na sessão sobre Monitoramento dos Serviços WASH com Enfoque no Gênero

A Semana Mundial da Água


Com base nos mais recentes conhecimentos científicos e experiências de todo o mundo, a Semana Mundial da Água 2023 teve como proposta debater a água como uma ferramenta poderosa para o enfrentamento da crise climática, o aquecimento global, a perda de biodiversidade, a pobreza e outros desafios relacionados com a água. Na edição deste ano, o evento aconteceu na capital sueca, entre 20 e 24 de agosto, no Waterfront Congress Center. A Semana é realizada pelo Instituto Internacional da Água de Estocolmo (SIWI na sigla em inglês).

ODS 6

O ODS 6 Água Potável e Saneamento busca assegurar a disponibilidade e a gestão sustentável da água e saneamento para todos os países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) até 2030. Sua meta 6.3 é de melhorar a qualidade da água por meio da queda da poluição e o estímulo à reutilização do recurso. A meta 6.4 prevê aumentar a eficiência do uso da água em todos os setores e reduzir o número de pessoas que sofrem com a escassez hídrica. Segundo a meta 6.5, os países deverão implementar a gestão integrada de recursos hídricos, inclusive via cooperação transfronteiriça no caso de águas internacionais. Já a meta 6.6 é de proteger e restaurar ecossistemas relacionados à água, como aquíferos e zonas úmidas.


Estagiária Gabi Siqueira sob supervisão de Raylton Alves

Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM) Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) (61) 2109-5129/5495/5103


Fonte: Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

12 visualizações
bottom of page