Sumário da água

Blog da REBOB

Governo Federal entrega sistema de abastecimento em Alagoas e libera R$ 14,8 milhões Canal do Sertão

Cerimônia ocorreu nesta quinta-feira (5), em Piranhas (AL). Sistema inaugurado recebeu R$ 12 milhões da Funasa e captará água do Trecho III do Canal


Em Piranhas, comitiva também anunciou a liberação de mais R$ 14,8 milhões para garantir a continuidade das obras do Trecho IV do Canal do Sertão Alagoano (Foto: Alan Santos/PR)



Brasília (DF) – Mais de 10 mil pessoas serão beneficiadas com o Sistema de Abastecimento de Água (SAA) entregue nesta quinta-feira (5) em Piranhas, Alagoas. O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, participaram da inauguração da obra, que capta de água no Trecho III do Canal do Sertão Alagoano e beneficia os moradores do distrito de Piau, na zona rural.


“Muitos não sabem a satisfação e a alegria que é ter água tratada na residência, quando abre a torneira. A água permite que a sua família tenha saúde. O mais importante é servir a população e é por isso que o dinheiro pago pelos impostos tem sido investido de volta para a ela”, ressaltou o ministro Rogério Marinho.


A obra, executada com recursos de R$ 12 milhões da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), é composta de 6 km de adutora de água bruta, de uma Estação de Tratamento de Água (ETA) do tipo dupla filtração (que trata 100 m³ de água por hora), de 12 quilômetros de adutora de água tratada e de 8 quilômetros de rede de distribuição setorizada e ampliada.


Para o presidente da Funasa, coronel Giovanne Silva, o SAA vai melhorar a vida da comunidade. “Esta obra foi construída com recursos do Governo Federal, na gestão do presidente Bolsonaro. Estamos muito felizes em entregar água de boa qualidade para a população local, que tem muita carência, oferecendo mais a quem menos tem”, afirma Silva.


Trecho IV do Canal do Sertão Alagoano


Na cerimônia desta quinta-feira, também foram liberados mais R$ 14,8 milhões para a continuidade do Trecho IV do Canal do Sertão Alagoano. O empreendimento está com 94,6% de execução física e tem previsão de conclusão no primeiro trimestre de 2021. Com a liberação, a obra já recebeu R$ 165 milhões no atual governo. O valor global de investimentos da União é de R$ 817,6 milhões.


“O presidente Bolsonaro nos orientou e tem nos apoiado no serviço de abraçar o Nordeste brasileiro. Fazendo assim, estamos realizando obras para emancipação da população. Precisamos garantir que o povo tenha as ferramentas e condições de empreender as mudanças que sabe e pode fazer”, disse Rogério Marinho. “Temos ainda mais de 100 quilômetros de canais que vão ser edificados e vão permitir que quase 800 mil alagoanos tenham segurança hídrica. É um compromisso que temos com Alagoas, que é uma região que precisa da atenção do governo federal”, completou o ministro.


O sistema adutor Canal do Sertão Alagoano capta água do Rio São Francisco na usina hidrelétrica de Moxotó, em Delmiro Gouveia, e segue até São José da Tapera, abrangendo 123,4 quilômetros (trechos I a IV). Os trechos I, II e III já estão em operação e abastecem direta e indiretamente 228 mil pessoas nas cidades da região do Alto Sertão. O trecho IV atenderá mais 113 mil habitantes, além de contribuir com a irrigação.


Fonte: MDR

0 visualização