top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

Jornada da Água 2024 ganha destaque em grandes veículos de comunicação do Brasil

A Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) deu início à Jornada da Água 2024 em 31 de janeiro, quando foi anunciado o tema do Dia Mundial da Água no Brasil neste ano: A Água nos Une, o Clima nos Move. Nessa data também foi lançada a primeira edição do estudo Impacto da Mudança Climática nos Recursos Hídricos do Brasil. Desde então, grandes veículos de comunicação do País vêm dando destaque ao levantamento da ANA, como: Folha de S. Paulo, Globo News, CNN Brasil, TV Brasil, Canal Rural, Metrópoles, entre outros. 


A Folha de S. Paulo produziu uma reportagem sobre os impactos da mudança climática sobre as águas do Brasil. Já a Globo News fez uma entrevista ao vivo acerca do tema com a diretora-presidente interina da Agência, Ana Carolina Argolo, no telejornal J10.  A dirigente também falou ao vivo para o programa Planeta Campo, que é veiculado pelo Canal Rural. Já a superintendente de Estudos Hídricos e Socioeconômicos da Agência, Ana Paula Fioreze, concedeu entrevista para o telejornal Repórter Brasil, da TV Brasil, a respeito do levantamento Impacto da Mudança Climática nos Recursos Hídricos do Brasil. 


Acesse os conteúdos na íntegra ou parcialmente nos links a seguir. 


Jornada da Água 2024


A Jornada da Água 2024 prevê uma série de atividades, campanhas e eventos durante todo o ano. Essa iniciativa da ANA foi concebida para sensibilizar a sociedade, os membros da Administração Pública, os atores dos setores de recursos hídricos e saneamento básico, entre outros entes estratégicos para o cuidado com as águas do Brasil. Acesse o hotsite temático da Jornada em: https://jornadadaagua.ana.gov.br.


Impacto da Mudança Climática nos Recursos Hídricos do Brasil


O estudo Impacto da Mudança Climática nos Recursos Hídricos do Brasil apresenta de forma inédita, considerando a escala de sub-bacia, os efeitos da mudança climática na disponibilidade de água no Brasil e pode ser utilizado como referência para o planejamento e a gestão dos setores de recursos hídricos e de saneamento básico por parte de comitês de bacias, órgãos públicos que cuidam dessa temática, pesquisadores e usuários de água.


Esse levantamento indica um cenário com tendência de redução na disponibilidade hídrica para quase todo o País, incluindo grandes centros urbanos e regiões importantes para produção agrícola, como a bacia do rio São Francisco, considerando cenários de curto, médio e logo prazo – respectivamente os períodos de 2015 a 2040, de 2041 a 2070 e de 2071 a 2100. A publicação completa e o resumo executivo estão disponíveis no portal do Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos (SNIRH). 


Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM)

Fonte: Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

45 visualizações

Comments


bottom of page