top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

Portaria atualiza lista do Grupo de Assessoramento à Operação do Sistema Hidráulico Paraíba do Sul

Portaria atualiza lista de integrantes do Grupo de Assessoramento à Operação do Sistema Hidráulico Paraíba do Sul


Rio Paraíba do Sul próximo a Campos dos Goytacazes (RJ) - Foto: Zig Koch / Banco de Imagens ANA

O Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 1º de dezembro, publicou a nomeação dos representantes para integrarem o Grupo de Assessoramento à Operação do Sistema Hidráulico Paraíba do Sul (GAOPS), por meio da Portaria ANA nº 599/2023. O objetivo deste grupo é realizar o acompanhamento permanente da operação desse sistema hidráulicoM, que engloba tanto os reservatórios localizados na bacia do Paraíba do Sul quanto as estruturas de transposição das suas águas para o Sistema Guandu, que é o maior manancial utilizado no abastecimento de água da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.


O GAOPS é coordenado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e passa a contar com a seguinte composição: Joaquim Guedes Corrêa Gondim Filho, como titular, e Antônio Augusto Borges de Lima, como suplente, representando a ANA; Fabricio Cesar Gomes, como titular, e Mauricio Rizzo, como suplente, pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (DAEE/SP).


Também compõem o grupo, representando o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM), o titular Heitor Soares Moreira e o suplente Sérgio Alberto de Souza de Morais. O Instituto Estadual do Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro (INEA/RJ)terá Fernanda Spitz Dias como titular e Larissa Ferreira da Costa como suplente, enquanto o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) será representado por Paulo Diniz de Oliveira. Já o Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (CEIVAP) contará com o titular André Luis de Paula Marques e o suplente João Gomes de Siqueira.


O GAOPS foi criado pela Resolução Conjunta ANA/DAEE/IGAM/INEA nº 1.382/2015 com o objetivo de realizar o acompanhamento permanente da situação do Sistema Hidráulico Paraíba do Sul para possibilitar o cumprimento desse documento conjunto. Também cabe ao Grupo analisar e propor soluções alternativas aos órgãos gestores em situações não previstas pelas condições gerais de operação do Sistema.

A bacia do Paraíba do Sul

A bacia do rio Paraíba do Sul tem uma área de 62.074km² e abrange 184 municípios, sendo 88 em Minas Gerais, 57 no Rio de Janeiro e 39 em São Paulo. O rio Paraíba do Sul resulta da confluência dos rios Paraibuna e Paraitinga, que nascem no Estado de São Paulo, a 1.800 metros de altitude. O curso d’água percorre 1.150km, passando por Minas e Rio de Janeiro, até desaguar no Oceano Atlântico em São João da Barra (RJ). Os principais usos da água na bacia são: abastecimento, diluição de esgotos, irrigação e geração de energia hidrelétrica. Saiba mais sobre a bacia em: www.gov.br/ana/pt-br/sala-de-situacao/paraiba-do-sul/paraiba-do-sul-saiba-mais.


Além disso, a bacia do Paraíba do Sul se caracteriza pelo desvio das águas do rio Paraíba do Sul para a bacia hidrográfica do rio Guandu, com a finalidade de geração de energia e abastecimento de cerca de 9 milhões de pessoas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, sendo seu principal manancial. Outra característica da bacia é a transposição de água armazenadas no reservatório de Jaguari para o de Atibainha, integrante do Sistema Cantareira, maior fonte hídrica de abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo.


Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM) Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) (61) 2109-5129/5495/5103


Fonte: Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

7 visualizações

Comments


bottom of page