top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

Programa Aliança Ambiental Estratégica dá início à abertura da Semana da Água 2024


Iniciativa, desenvolvida pela Semad e IEL/Fiemg, foi apresentada, em evento virtual, a empresas que desejam contribuir voluntariamente com o desenvolvimento sustentável

 

A importância de projetos socioambientais voluntários com o compromisso de transformação para a sociedade deu início à Semana da Água de 2024. O premiado programa Aliança Ambiental Estratégica, criado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) em parceria com a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), foi apresentado a empresas que desejam contribuir voluntariamente com o desenvolvimento sustentável. O objetivo é gerar reconhecimento para elas e melhoria da qualidade ambiental em Minas Gerais.


Realizado pela Diretoria de Projetos Ambientais e Instrumentos Econômicos da Semad e o Instituto Euvaldo Lodi (IEF/Fiemg), a apresentação virtual mostrou as diretrizes do programa e os benefícios dele para as empresas, além de esclarecer as eventuais dúvidas referentes à adesão dos interessados. O evento contou com a participação de representantes das equipes da Semad e do IEL. “O Aliança Ambiental Estratégica é uma parceria do Governo de Minas com a indústria, a partir da Semad e do IEL.


O foco é em projetos voluntários que vão para além das obrigações legais”, definiu a diretora de Projetos Ambientais e Instrumentos Econômicos (DPAI) da Semad, Fabiana Moreira.


O Aliança Ambiental Estratégica leva em consideração que, desde o início do movimento ESG (Environment, Social & Governance), que se refere a práticas empresariais que priorizam a sustentabilidade, a responsabilidade social e a transparência, as empresas são cada vez mais cobradas a assumirem um compromisso pautado na sustentabilidade.


“O programa parte dessa necessidade entre os públicos, empresas e as comunidades de valorização da responsabilidade socioambiental, trazendo isso para uma esfera macro, divulgando as boas práticas realizadas em todo o estado”, comentou o analista ambiental do IEL, Mateus Oliveira Claudino.


FASES


O objetivo do programa é ser essa ponte, entre os projetos voluntários das empresas e o reconhecimento delas, promovendo a melhoria da qualidade ambiental em Minas.


Durante o evento, foram apresentadas as fases do programa. A primeira delas é Triagem de Elegibilidade, na qual as empresas interessadas em desenvolver ou patrocinar projetos ambientais voluntários em Minas submete o projeto ao edital. Para adesão ao programa, a Semad e o IEL fazem uma análise de atendimento aos critérios de adesão para seleção do projeto. Com a aprovação, a adesão ao Aliança é feita por meio da assinatura de um Termo de Investimento com o IEL/MG. Após isso, a empresa recebe a Declaração de Adesão à Aliança Ambiental.


A segunda fase prevê a avaliação e o monitoramento do projeto executado pela empresa, por meio de análise documental, reuniões periódicas on-lines, auditorias in loco, análise e consolidação de resultados. “Esse é um ponto muito importante porque há um cronograma de reuniões que certifica se o projeto está realmente sendo executado. O IEL realiza visitas in loco, gera relatórios de evidências de entregas, além de indicadores e metas. Isso é o diferencial desse programa”, comentou Fabiana Moreira.


RECONHECIMENTO


Aqueles projetos que cumpriram com o determinado pelo programa e obtiveram boa avaliação da Semad e do IEL recebem um reconhecimento por isso. A secretaria e o instituto emitem Parecer Técnico para entrega do Selo Sustentabilidade Aliança Ambiental Semad e IEL/MG.  “Com isso, os projetos passam a ter uma maior visibilidade, como a presença deles nos nossos sites, redes sociais e na plataforma de Infraestrutura de Dados Espaciais do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (IDE-Sisema)”, comentou Fabiana.


De acordo com Mateus Oliveira Claudino, o selo certifica de que o projeto está alinhado com as demandas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e as boas práticas de Sistemas de Gestão Ambiental (SGA).  “Esse reconhecimento é uma propaganda, uma forma de divulgação muito importante para a empresa. Ajuda também a ampliar o relacionamento das empresas com as comunidades e os próprios órgãos públicos. Ter o aval técnico do IEL e da Semad, duas entidades de peso, com certeza, já dão muita credibilidade aos projetos”, disse.  


Conheça e participe do Aliança Ambiental Estratégica clicando aqui


PRÊMIO


Em novembro de 2023, o Aliança Ambiental Estratégica foi agraciado pelo prêmio Gestão Ambiental 2023, realizado pela Associação Ambiental e Cultural Zeladoria do Planeta. O programa foi reconhecido como exemplo de modernidade para o meio ambiente em Minas Gerais.

 

Luciane EvansAscom/Sisema


Fonte: Instituto Mineiro de Gestão das Águas - Igam

8 visualizações

Comments


bottom of page