top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

Reservatório equivalente da Bacia do Rio Paraíba do Sul atinge maior armazenamento em 10 anos

Reservatório Equivalente da Bacia do Rio Paraíba do Sul atinge maior armazenamento dos últimos dez anos


Rio Paraíba do Sul (RJ) - Foto: Zig Koch / Banco de Imagens ANA

Principal manancial de abastecimento da Região Metropolitana do Rio de Janeiro registrou aumento de seu volume de água em função das chuvas e das regras de operação de seus reservatórios.


O Reservatório Equivalente da Bacia do Rio Paraíba do Sul registrou 67,42% de seu volume útil em 13 de março, última segunda-feira. Esse é o maior armazenamento de água na região desde junho de 2013. O aumento do volume de água armazenado no Reservatório Equivalente se deve à melhora da situação hidrometeorológica na região – devido às chuvas – e às condições de operação dos reservatórios da bacia hidrográfica estabelecidas pela Resolução Conjunta ANA/DAEE/IGAM/INEA nº 1.382/2015.


Há um ano, o Reservatório Equivalente estava com 44,04% de seu volume útil, que é aquele disponível para os usos da água e, somado ao volume morto, resulta na capacidade máxima de armazenamento desse conjunto de mananciais. O Reservatório Equivalente da Bacia do Rio Paraíba do Sul é composto pela soma dos volumes úteis dos reservatórios de Paraibuna (SP), Santa Branca (SP) e Funil (RJ), no rio Paraíba do Sul; e pelo reservatório de Jaguari (SP), no rio Jaguari, que é afluente ao Paraíba do Sul.


Diariamente a ANA publica em seu site boletins diários de acompanhamento do Sistema Hidráulico do Paraíba do Sul.


A bacia do rio Paraíba do Sul tem uma área de 62.074km² e abrange 184 municípios, sendo 88 em Minas Gerais, 57 no Rio de Janeiro e 39 em São Paulo. O rio Paraíba do Sul resulta da confluência dos rios Paraibuna e Paraitinga, que nascem no Estado de São Paulo, a 1.800 metros de altitude. O curso d’água percorre 1.150km, passando por Minas e Rio de Janeiro, até desaguar no Oceano Atlântico em São João da Barra (RJ). Os principais usos da água na bacia são: abastecimento, diluição de esgotos, irrigação e geração de energia hidrelétrica. Saiba mais sobre a bacia em: www.gov.br/ana/pt-br/sala-de-situacao/paraiba-do-sul/paraiba-do-sul-saiba-mais.


Além disso, a bacia do Paraíba do Sul se caracteriza pelo desvio das águas do rio Paraíba do Sul para a bacia hidrográfica do rio Guandu, com a finalidade de geração de energia e abastecimento de cerca de 9 milhões de pessoas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, sendo seu principal manancial. Outra característica da bacia é a transposição de água armazenadas no reservatório de Jaguari para o de Atibainha, integrante do Sistema Cantareira, maior fonte hídrica de abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo.


Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM) Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) (61) 2109-5129/5495/5103


Fonte: Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

8 visualizações

留言


bottom of page