top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

Semad lança plataforma com dados sobre recursos hídricos em Goiás


Na semana em que se celebra o Dia Mundial da Água (22 de março), a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) lança o Sistema de Infomações sobre Recursos Hídricos de Goiás (SirhGO). A cerimônia acontece na próxima quinta-feira (21/03), a partir das 9h30, no auditório do Palácio Pedro Ludovico Teixeira.


O SirhGO é uma plataforma que vai reunir dados atualizados sobre os recursos hídricos de Goiás, de forma simples e transparente. “Ele vai cumprir papéis importantes, como o de dar publicidade às informações, educar, estabelecer e difundir a cultura da água”, afirma a secretária Andréa Vulcanis.


O acesso à plataforma será feito a partir do site da Semad. É gratuito e não exigirá cadastro. O Sistema terá inicialmente 21 abas: chuvas, vazão de rios, qualidade da água, águas subterrâneas, reservatórios, normas, outorga, bacias críticas, alocação, manejo de bacias, segurança de barragens, fiscalização, área irrigada, monitor de secas, planos, enquadramento, cobrança, órgão gestor, conselho de recursos hídricos, comitês e mapas.


A proposta da Semad é a de que o sistema passe por aperfeiçoamento constante e agregue volume de informações cada vez maior.


“Nos últimos quatro anos, a Semad implementou ou avançou em quatro dos cinco instrumentos de gestão previstos na política de recursos hídricos: a outorga, a cobrança, o enquadramento dos rios em classes de qualidade da água e os planos. Estamos coroando esse processo agora com o sistema de informações”, diz o subsecretário de Biodiversidade, Unidades de Conservação e Segurança Hídrica da Semad, Jorge Werneck.



Tela inicial do Sistema de Informações sobre Recursos Hídricos (SirhGO)


Veja abaixo um breve comentário sobre cada aba:


Chuvas: a Semad informará o que choveu em cada mês e a relação desses dados com a média histórica. De forma imediata, será possível saber se as chuvas estão acima ou abaixo da média, informação fundamental para a gestão dos recursos hídricos e para as atividades que dependem das águas de nossos rios e poços.


Vazão: segue a mesma lógica da aba das chuvas.


Qualidade da água: Vai mostrar dados colhidos nos 120 pontos de medição instalados nos rios do Estado ao longo do tempo.


Águas subterrâneas: exibirá o mapa de vazões explotáveis de águas subterrâneas em cada ponto do Estado, ou seja: a disponibilidade de água subterrânea que existe para outorgar de forma segura e sustentável.


Reservatórios: vai informar quanta água existe armazenada e se os volumes são suficientes para os usos previstos e para o enfrentamento dos períodos mais secos do ano, balizando ações de gestão.


Normas: Hoje as normas relativas aos recursos hídricos estão dispersas e nem sempre são encontradas. Por isso, a Semad criou um local em que elas estarão agrupadas.


Outorgas: a secretaria disponibilizará informações sobre todos os usos outorgados dentro do Estado, dando transparência à gestão. Todos saberão se determinado uso está regularizado ou não, e com qual finalidade.


Bacias críticas e alocação: bacias críticas são aquelas em que a disponibilidade, em determinados momentos, já não é capaz de suprir a demanda. Nesses casos, a Semad estabelece regras para dividir a água disponível, em um processo chamado alocação negociada.


Manejo de bacias: nessa aba, a Semad apresentará ações, que são realizadas em parceria com diversas instituições, de apoio aos produtores no manejo sustentável de bacias hidrográficas, como o Juntos pelo Araguaia e os projetos do Programa Produtor de Águas.


Segurança de barragens: essa seção trará informações que constam no Sistema Estadual de Segurança de Barragens, criado pelo governo e usado para monitorar os mais de 40 mil barramentos existentes no Estado.


Fiscalização: a aba de fiscalização vai trazer dados sobre ações fiscalizatórias que disserem respeito ao uso de recursos hídricos, o que envolve não só barragens, mas também captação, poluição e outros aspectos.


Área irrigada: dados sobre o uso da água na agricultura.


Monitor de secas: aba que será fundamental sobretudo na gestão de recursos hídricos nos meses de estiagem em Goiás.


Planos: os planos de recursos hídricos são um dos cinco instrumentos de gestão previstos na Política Nacional de Recursos Hídricos e apontam diretrizes que norteiam as ações voltadas para preservação da água.


Conselho de recursos hídricos: trará toda documentação alusiva ao trabalho do CERHi, que é um colegiado que reúne usuários e representantes do poder público.


Comitês de bacia: os comitês são a primeira instância de negociação de conflitos pelo uso da água. A aba vai disponibilizar informações sobre eles, inclusive sobre o Comitê dos Alfuentes do Tocantins, que será criado na Semana da Água.


Mapas: seção que vai agrupar todos os mapas exibidos no SirhGO, para facilitar a consulta.



Fonte: SEMAD-GO


44 visualizações

Comments


bottom of page