Banco Mundial financia Plano de Recursos Hídricos/GO

27/01/2014

O Plano Estadual de Recursos Hídricos (Perh) começa a se tornar realidade. Uma reunião entre a Semarh e a Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano, no Ministério do Meio Ambiente (SRHU/MMA), em Brasília, marcou o início dos trabalhos.

 

Um contrato com o consórcio de empresas Inypsa-Cobrape foi assinado neste mês, no valor de R$ 2.711.427,85, e será pago pelo Banco Mundial por meio do Programa Interáguas. As empresas têm experiência no assunto. A Inypsa foi responsável pela elaboração do Plano de Recursos Hídricos da Espanha, enquanto a Cobrape realizou trabalho semelhante na bacia hidrográfica do Rio Paranaíba. O consórcio deverá coordenar e acompanhar a elaboração do Plano; realizar 15 consultas públicas nas cidades onde serão apresentados os produtos; e participar das reuniões do Conselho Estadual de Recursos Hídricos onde serão apresentados os produtos; entre outras ações.

 

Na reunião da tarde do dia 22 de janeiro, foram dadas as diretrizes gerais do Plano, que abrangem diagnósticos, cenários e balanços hídricos, além de aspectos da estrutura necessária para enfrentar os desafios que envolvem a gestão de recursos hídricos. Estes desafios são a melhoria do sistema de informações de recursos hídricos (que também será custeado pelo Banco Mundial); capacitação de pessoal para gestão da água e Goiás e idetificação de potenciais conflitos por recursos hídricos.

 

O lançamento oficial do Perh está marcado para o dia 17de março, durante um seminário que envolverá os comitês de bacias hidrográficas, o Conselho Estadual de Recursos Hídricos, usuários e o Poder Público. A elaboração técnica do Plano Estadual de Recursos Hídricos chega após três anos de negociação e articulação junto ao Ministério do Meio Ambiente. Goiás é o primeiro Estado a ter seu plano financiado por meio do Programa Interáguas.

 

Para o secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, Ney Maranhão, o projeto vai compatibilizar os moldes da gestão de Recursos Hídricos em Goiás e nos estados vizinhos. “O Plano vai consolidara gestão de Goiás como uma das melhores do Brasil”, frisa.

 

Secretária estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Jacqueline Vieira ressalta que o Plano será um importante instrumento que vai proporcionar segurança as atividades realizadas pela Semarh. “Este será o maior avanço na gestão das águas em Goiás”, conclui.

 

O Plano

 

O Perh vai apresentar as diretrizes quanto à gestão sustentável da água, além de nortear a implementação dos demais instrumentos contidos na Política Estadual de Recursos Hídricos, realizando a interlocução com os planos setoriais como saneamento, zoneamento ecológico-econômico, de irrigação, dentre outros. O Plano fará ainda a articulação das Unidades de Planejamento e Gerenciamento de Recursos Hídricos (UPGRHs), por meio dos Comitês de Bacias Hidrográficas que estão sendo criados em todo o Estado. Este processo ampliará o envolvimento das comunidades na gestão racional e sustentável dos recursos hídricos, atendendo a demandas sociais crescentes, em razão dos conflitos de uso da água já existentes.

 

Para mais informações: www.semarh.goias.gov.br

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos