ENCOB em Maceió tem inscrições abertas e debaterá os Comitês de Bacia como articuladores políticos das águas

21/10/2014

 Reunião do Governador Teotonio Vilela Filho com a direção do FNCBH

 

 

Membros Colegiado Coordenador do Fórum Nacional de Comites com o Governador Teotonio Vilela Filho

 

 

O Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas em sua décima sexta edição a ser realizado na cidade de Maceió, Estado de Alagoas, no período de 23 a 28 de novembro deste ano de 2.014, já está com as inscrições abertas no site www.encob.org.

 

O ENCOB deste ano de 2.014, que deverá discutir e debater, entre tantos temas importantes, o papel dos Comitês de Bacias Hidrográficas como articuladores políticos das águas em nosso país, terá Conferências, Mesas de Diálogo, 6Cursos de Capacitação, além de vários eventos paralelos como o Seminário “Água, Comunicação e Sociedade” promovido pela Agência Nacional de Águas e três visitas técnicas programadas.

 

O Governador do Estado de Alagoas, Teotonio Vilela Filho, disse da satisfação de receber o ENCOB, destacando que “Alagoas carrega no próprio nome uma enorme identidade com as águas. A partir da conformação de seu território, tem o privilégio de confrontar-se com duas vertentes determinantes para o seu desenvolvimento: de um lado a vertente do Rio São Francisco e de outro lado a vertente do Oceano Atlântico, contribuindo assim para que o Estado seja conhecido nacionalmente como o Paraíso das Águas”.

 

O ENCOB é atualmente o grande Fórum Nacional das Águas.

Com um público estimado em mais de 1.200 pessoas de praticamente todos os segmentos da sociedade, entre poder público, usuários e sociedade civil, o evento tem grande foco integrador das discussões sobre a temática dos recursos hídricos e neste ano, em especial, quando o país passa por problemas de escassez hídrica no sudeste e volume acima do normal em chuvas no sul e norte, torna-se importante oportunidade para debates de alto nível neste setor visando tomada de decisões para nossos próximos governantes.

 

Como destaca o presidente da REBOB, Lupercio Ziroldo Antonio, “De forma democrática e integrada, o profícuo trabalho dos Comitês de Bacia tem levado muitos governantes a já acelerar aquilo que nós, técnicos do setor, já dizemos há anos: a água tem que ter políticas públicas específicas, porque transversaliza todos os setores de uma sociedade”.

 

 

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos