DAEE/SP realiza seminário, em Pedreira, sobre o Projeto do Sistema Produtor Regional do PCJ

09/01/2015

As obras estão previstas para começar em 2015, após licitação

 

Com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre o projeto do Sistema Produtor Regional do PCJ, que compreende a construção de dois reservatórios - o de Pedreira, no rio Jaguari, e o de Duas Pontes, no rio Camanducaia, na cidade de Amparo – o DAEE promoveu mais um seminário elucidativo, desta vez, na Câmara Municipal de Pedreira. Além do Gerente de Projetos do DAEE, Armando Tobias Aguiar e do coordenador do projeto, Mário Tabata, participaram o prefeito de Pedreira, Carlos Evandro Pollo, autoridades da região e representantes da sociedade civil.

 

 Para cerca de 80 pessoas foram apresentados os dados da implantação dos reservatórios e seus benefícios. Juntos, os barramentos beneficiarão pelo menos 20 municípios da bacia do PCJ – Piracicaba, Campinas e Jundiaí. O seminário possibilitou sanar dúvidas, colher ideias e sugestões, além de contribuições para a melhoria do projeto. “Essas obras irão garantir maior disponibilidade de água em toda a sua abrangência”, afirmou o engenheiro Mario Tabata.

 

 

 

A mínima vazão média atual (mvz) no rio Jaguari é de 5.9 m3/s. Com a construção da barragem de Pedreira, passará a ter uma vazão garantida de 8,2 m3/s. Já no rio Camanducaia, o aumento será ainda maior: hoje, a mvz é de 4,4 m3/s e, após as obras da barragem de Duas Pontes, passará para 8,2 m3/s. Somados, são 6 m3/s a mais, aumentando a segurança hídrica da região para os próximos anos.

 

As obras estão previstas para começar em 2015, após licitação. A previsão é que os barramentos fiquem prontos após 36 meses do início dos trabalhos.


Para mais informações: www.comitespcj.org.br

 

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos