Projeto recupera nascentes do Paracatu

25/02/2016

Fruto de experiência piloto iniciada em 2006, em uma parceria entre o Movimento Verde de Paracatu – que integra o Comitê do São Francisco – e a empresa mineira Kinross Brasil Mineração, o projeto “Nascentes do Paracatu” vem desenvolvendo uma série de atividades visando a proteção de nascentes e veredas no município de Paracatu, em Minas Gerais. O projeto fortalece as ações do Comitê para aumento da qualidade e da quantidade das águas do rio São Francisco.

 

Somente no ano passado foram atendidas pelo projeto 16 propriedades, com a construção de 15 quilômetros de cerca e a proteção de 250 hectares. Para tanto, segundo informa o representante do Movimento Verde de Paracatu e integrante da Câmara Consultiva Regional do Alto São Francisco, Antônio Eustáquio Vieira, foram investidos cerca de R$180 mil na compra e transportes de materiais, construção das cercas, cadastramento de produtores, mapeamento das áreas e o monitoramento quinzenal de nove nascentes. Vieira explica que o projeto ganha apoiadores ao longo de sua existência, mas salienta que “todos os recursos são repassados pela Kinross ao Movimento, que coordena as ações, executadas pela empresa Refloreste”.

 

Nascente recuperada. Imagem cedida pelo Movimento Verde de Paracatu

 

O Ribeirão São Pedro, que colabora com o volume das águas do rio Paracatu, é um dos afluentes beneficiados pelas ações do projeto “Nascentes do Paracatu”. Além disso, foi alvo de um projeto hidroambiental do Comitê do São Francisco, que em 2013 investiu cerca de R$ 445 mil reais na construção de 4.207 metros de terraceamentos para controlar o processo de erosão do solo; de 9.094 metros de cercamentos para a proteção de nascentes; da adequação de 30,6 quilômetros de estradas rurais e de lombadas (para desviar fluxos d´água), além de 306 barraginhas (bacias de contenção).

 

Para mais informações: http://cbhsaofrancisco.org.br

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos