ANA e OTCA discutem próximos passos e continuidade do Projeto Amazonas

09/04/2016

Abertura da 5ª Reunião do Comitê Diretor do Projeto Amazonas
 

Foto: Raylton Alves / Banco de Imagens ANA

 

 

Na manhã do dia 5 de abril, a Agência Nacional de Águas (ANA) sediou em Brasília a 5ª Reunião do Comitê Diretor do Projeto Amazonas: Ação Regional na Área de Recursos Hídricos. Durante o encontro, a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) e a ANA discutiram as atividades realizadas no contexto do Projeto Amazonas em 2015 e o plano de trabalho para este ano. Além disso, as instituições discutiram diversos aspectos sobre a continuidade da iniciativa, como fontes de financiamento e lições aprendidas.

 

O diretor-presidente da ANA, Vicente Andreu, abriu a reunião junto com o embaixador Clemente Baena Soares e da embaixadora Jacqueline Mendoza, que também é secretária-geral da OTCA.

 

Realizado pela ANA, pela OTCA e pela ABC, o Projeto Amazonas: Uma Ação Regional na Área de Recursos Hídricos vem realizando, desde 2012, trabalhos para desenvolver uma relação técnica entre os países amazônicos na capacitação de técnicos, intercâmbio de sistemas de informação e redes de monitoramento hidrometeorológico e de qualidade de água na região. Com vigência até dezembro de 2016, o Projeto Amazonas tem R$ 4,13 milhões em recursos.

 

Atualmente estão sendo instaladas seis plataformas de coleta de dados (PCD), como iniciativa-piloto, em três países amazônicos (Bolívia, Colômbia e Peru), sendo dois equipamentos para monitoramento hidrometeorológico para cada um deles. Estes seis pontos fazem parte de uma rede básica de monitoramento hidrometeorológico para a bacia Amazônica com 73 pontos no total, desenvolvida no âmbito do projeto com a participação de técnicos de todos os oito países membros da OTCA (Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela).

 

Além das atividades referentes à conclusão da iniciativa-piloto, ainda serão feitos alguns cursos com participação de técnicos dos países, um encontro técnico para avaliação da implementação da iniciativa piloto e, por fim, um encontro para avaliação do Projeto Amazonas e discussão de estratégias para continuidade de iniciativas semelhantes.

 

Plano de Trabalho 2016

 

  • 12 a 15 de abril: Oficina de Qualidade das Águas Superficiais – Intercâmbio de Experiências e Cooperação Técnica entre Brasil e Bolívia – Cochabamba (Bolívia);
     

  • Maio: Entrega dos equipamentos de monitoramento à Bolívia, à Colômbia e ao Peru;
     

  • 13 e 17 de junho: Curso de Hidrossedimentologia – Brasília;
     

  • Junho: Campanha conjunta para instalação dos equipamentos de monitoramento – Iquitos (Peru);
     

  • 4 a 8 de julho: Curso de Direito Internacional de Águas na América Latina – Manaus (AM);
     

  • Agosto: Curso de Medição de Vazão em Grandes Rios – Manacapuru (AM);
     

  • Setembro: Encontro Técnico para Avaliação da Implementação da Iniciativa-Piloto da Rede de Monitoramento Hidrometeorológico na Bacia Amazônica;
     

  • Novembro: Encontro Técnico para Avaliação do Projeto Amazonas e Discussão de Estratégias para Continuidade de Iniciativas Semelhantes.

 

 Texto: Raylton Alves - ASCOM/ANA

 

Para mais informações: www.ana.gov.br

Please reload

Design & Marketing

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos