Agência PCJ assina contrato para suporte meteorológico na região das Bacias PCJ

17/05/2016

A Fundação Agência das Bacias PCJ e a Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola (Fundag) assinaram, na tarde do dia 10, contrato para a prestação de serviço de suporte meteorológico aos Comitês PCJ para ações de gerenciamento dos recursos hídricos, com destaque para os usos da água na agricultura.

 

De acordo com o diretor-presidente da Agência das Bacias PCJ, Sergio Razera, “o suporte hidrometeorológico é necessário, principalmente neste período que estamos, por conta das mudanças climáticas e dos frequentes eventos extremos que estão afetando a região das bacias PCJ”.

 

Os dados que passarão a ser fornecidos pela Fundag serão utilizados nas tomadas de decisões e no desenvolvimento de ações, especialmente para o setor agrícola. O intuito, de acordo com o contrato, é ampliar as informações sobre o monitoramento da quantidade de água e da ocorrência de chuvas, a fim de aplicar “técnicas de mitigação de eventos extremos, de gestão de recursos hídricos, de suporte à agricultura, de proteção ao meio ambiente e de apoio à pesquisa e ao desenvolvimento tecnológico”.

 

Para Eduardo Cuoco Léo, coordenador de sistemas de informações da Agência PCJ, vale ressaltar que, de imediato, o interesse na rede são os dados pluviométricos (de chuva). “Mas, a longo prazo, vamos começar a ter acesso a dados de monitoramento meteorológico. Sabemos que para administrar questões envolvendo mudanças climáticas, a gente precisa dessas informações e ter uma boa base, uma boa distribuição de dados”, complementa.

 

“A ideia deste projeto é desenvolver uma espécie de serviço meteorológico para atividades agrícolas, onde toda a parte de monitoramento, geração de produtos, índice de seca, demanda hídrica por culturas, necessidade de irrigação, riscos climáticos, principalmente para a agricultura sobre seca, serão disponibilizados online, através de SMS ou via site, via internet, para todos os usuários dos Comitês PCJ”, explica o diretor-presidente da Fundag, Orivaldo Brunini.

 

Atualmente, as bacias PCJ possuem 56 estações meteorológicas e outras 24 serão instaladas a partir desta parceria. Sendo assim, cada cidade pertencente a região das bacias PCJ – 69 no total – terá, no mínimo, uma estação de monitoramento. Além de índices de chuva e temperatura, a umidade do solo, por exemplo, também passará a ser medida para nortear, principalmente, o trabalho dos produtores rurais.

 

Brunini comenta que o objetivo não é apenas analisar dados, mas produzir conteúdos. “Os dados serão extraídos, repassados e gerados produtos diferenciados para tipo de cultura, tipo de solo, mapeamento de demanda hídrica, condições de estresse hídrico, necessidade de irrigação e orientação aos produtores rurais em como usar a água para evitar desperdício. ”

 

Aliás, segundo o diretor do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) da bacia do Médio Tietê, Luiz Roberto Moretti, esse é o diferencial deste trabalho. “A grande novidade do projeto é uma mudança na forma de pensar, tanto do DAAE, quanto dos Comitês e da Agência, nas questões relacionadas com dados e informações hidrometeorológicas. No começo, havia uma preocupação em disponibilizar aos usuários dados de chuva, dados de nível da água. Investimos um volume de recursos financeiros significativo nisso e isso foi, e ainda é, muito importante. Porém, agora, além dos dados vamos repassar, não apenas aos técnicos, mas para as pessoas de forma geral, informações importantes para o planejamento e futuras ações, de forma clara e objetiva.”

 

Além da Agência das Bacias PCJ e a Fundag, a Sala de Situação PCJ, do DAEE, e o Instituto Agronômico de Campinas (IAC) também serão parceiros. Apesar de ter o foco na área agrícola, as informações poderão ser utilizadas para outros fins e serão divulgadas por meio de boletins, banco de dados, link direto com a Sala de Situação PCJ, sistemas com alertas específicos, site, tecnologia para envio de mensagens através de celular e e-mail, entre outros.

 

Para mais informações: www.agenciapcj.org.br

 

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos