CBH-Guandu/ES promove encontro com lideranças comunitárias da bacia

12/05/2016

Nomeado “Café com Prosa”, o evento teve como objetivo apresentar à comunidade a forma como a gestão dos recursos hídricos é conduzida na bacia

 

Com o objetivo de apresentar os trabalhos desenvolvidos na bacia e esclarecer como é feita a gestão dos recursos hídricos, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Guandu (CBH-Guandu) promoveu, entre os dias 9 e 12 de maio, uma rodada de encontros nos quatro municípios da bacia, chamado “Café com Prosa”. O evento, que contou com o apoio das Secretarias de Meio Ambiente e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) dos municípios, reuniu líderes comunitários, produtores rurais e representantes do colegiado e do consórcio. Na segunda-feira, 9 de maio, mais de 70 pessoas participaram do evento em Afonso Cláudio, que também passou por Brejetuba, no dia 10; Baixo Guandu, no dia 11 e, por fim, Laranja da Terra, no dia 12 de maio.

 

A presidente do CBH-Guandu, Ana Paula Bissoli, afirma que as reuniões foram uma oportunidade para apresentar e esclarecer as dúvidas da comunidade em relação aos Comitês de Bacia. “Esses encontros seguem uma linha das ações que já fazemos há alguns anos, com o objetivo de fortalecer e divulgar o papel do Comitê para a sociedade. Já nos reunimos com representantes do poder público, gestores escolares e produtores rurais. Agora estamos trabalhando com lideranças e instituições”, disse Ana Paula. Ela explicou ainda que essas ações fazem parte do projeto de fortalecimento do Comitê.

 

O principal tema levantado no “Café com Prosa” foi a gestão de recursos hídricos. “A ideia foi apresentar como trabalhamos e quais ações desenvolvemos. Temos aqui na Bacia do Rio Guandu os programas de Incentivo ao Uso Racional da Água na Agricultura (P22) e de Recomposição de APPs e Nascentes (P52). Além disso, o Comitê é o espaço mais democrático para discutir a gestão da água, já que fazem parte do Comitê representantes do poder público, sociedade civil e usuários”, esclareceu Ana Paula.

 

Dentre os debates foram levantados pontos referentes à implementação da cobrança pelo uso da água na bacia, o Acordo de Cooperação Comunitária (ACC) nos municípios afetados pela estiagem e à preocupação com a falta de água na região. “Também foram comparadas as situações dos produtores rurais das bacias vizinhas, como dos rios Santa Maria do Doce, Barra Seca e da Bacia do Pontões e Lagoas, que já sofrem as consequências da falta de água”, lembra Ana Paula.

 

Conheça a Bacia

 

A Bacia Hidrográfica do Rio Guandu está inserida no Estado do Espírito Santo. Possui área de 2.471 km² e é a menor das bacias da macrobacia do Rio Doce.  Estão totalmente inseridos na bacia os municípios de: Afonso Cláudio, Baixo Guandu, Brejetuba, Laranja da Terra. Já os municípios de Colatina, Itaguaçu e Itarana estão com parte do território na bacia. Além do Rio Guandu, com extensão de 160 km, a bacia é composta pelos rios afluentes São Domingos, do Peixe, Boa Sorte e Taquaral e por áreas de drenagem de outros córregos, como o Queixadão, Água Limpa, Olofote, Goiabal e Laje.

 

Afonso Claudio

 

Brejetuba

 

Laranja da Terra

 

Para mais informações: www.cbhdoce.org.br

Please reload

Design & Marketing

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos