5 curiosidades sobre o Rio Doce

02/09/2016

 Ao longo do seu percurso, o Rio Doce não fornece apenas água, mas também possibilita o desenvolvimento da agricultura, da pecuária e da indústria. Anos se passaram desde o seu descobrimento, mas a cada dia ele se mostra ainda mais presente em nossas vidas.

 

Confira cinco curiosidades sobre o nosso rio:

 

1 – As nascentes do Rio Doce estão em Minas Gerais, nas Serras da Mantiqueira e do Espinhaço. A Bacia Hidrográfica abrange 228 municípios, passando por Minas Gerais até desembocar no Oceano Atlântico, no Espírito Santo.

 

2 – Os principais afluentes do Rio Doce pela margem esquerda são os rios do Carmo, Piracicaba, Santo Antônio, Corrente Grande e Suaçuí Grande, em Minas Gerais; São José e Pancas, no Espírito Santo. Já pela margem direita são os rios Casca, Matipó, Caratinga/Cuieté e Manhuaçu, em Minas Gerais; Guandu, Santa Joana e Santa Maria do Rio Doce, no Espírito Santo.

 

3 – Na região está instalado o maior complexo siderúrgico da América Latina

 

4 – Apesar de ser denominado “Doce”, a população indígena o reverencia como “Watu”, que significa “Rio Grande”.

 

5 – Poucos sabem que o primeiro nome do rio foi Santa Luzia, devido a uma expedição realizada a mando do rei de Portugal, D. Manuel, que partiu da Europa em 1501 com três caravelas para desbravar as novas terras. Nas anotações dos navegantes, as descobertas de inúmeros acidentes geográficos eram batizadas com o nome do santo do dia. Em 13 de dezembro, dia de Santa Luzia, a esquadra avistou a mancha das águas de um rio tingido pelo azul do Oceano Atlântico e deu a ela o nome da padroeira da visão.

 

Fonte: http://www.cbhdoce.org.br/noticias-2/releases/5-curiosidades-sobre-o-rio-doce/

 

Please reload

Design & Marketing

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos