Chuveiro inteligente chega ao mercado ainda este ano

22/04/2017

O novo produto promete economia de até 50% da água gasta em um banho.

 

 

Coma finalidade de  combate o desperdício de água durante o banho, está chegando ao mercado o chuveiro inteligente. Além de economizar água, o novo chuveiro ajuda também a diminuir as contas.  Através de um sensor, o chuveiro  OaSense,  ‘percebe’ quando há – ou não – uma pessoa imediatamente abaixo. Caso não haja, ele interrompe o fluxo de água imediatamente voltando a liberá-lo assim que a pessoa se posiciona novamente abaixo do sensor.

 

Um banho consome, em média, 65 litros de água; com a chegada do “chuveiro inteligente” é possível que este gasto caia pela metade. O novo produto oferece a possibilidade de que cada um economize água em seus próprios termos,  dentro de sua rotina íntima,  sem exigir que haja tensão durante o banho (normalmente  um momento de relaxamento).

 

Facilmente instalável, o chuveiro inteligente será oferecido em diversas cores e modelos. O propósito é o de levar a uma substancial economia de água nas residências o que pode impactar substancialmente no consumo de água de uma cidade.  

 

O desenvolvimento  do “chuveiro inteligente” começou na primavera de 2015 por um jovem nos Estados Unidos, com o intuito de ajudar a  família a economizar água durante a seca na Califórnia.  Ele conta que teve a ideia ao tomar banho ao perceber que uma grande parte do tempo dos banhos  é gasto fazendo coisas que não requerem água, como ensaboar o cabelo ou o corpo, por exemplo.  

 

O sensor do chuveiro é alimentado por pilhas (quatro unidades  no modelo AA)  que devem durar em média um ano. Quando as pilhas começam a ficar fracas, o próprio chuveiro detecta a baixa tensão e abre automaticamente a sua válvula interna para garantir que a água flua independentemente da bateria. A válvula permanecerá permanentemente aberta até que novas baterias sejam instaladas, momento em que o chuveiro pode entrar no modo "sentido" novamente.

 

O “chuveiro inteligente” estará disponível em breve no mercado, até o final de 2017, a um preço médio de  U$ 100,00. 

 

Alternativas para o uso racional da água serão debatidas durante do 8º Fórum Mundial da Água que acontece em Brasília em março de 2018. Esta será a primeira vez que o Fórum acontece na América Latina.

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos