Singular em importância Plural em participação

31/05/2017

Organizado pelo WWC (World Water Council ) este é o maior evento mundial sobre recursos hídricos. O WWC é uma instituição internacional que tem como objetivo principal a segurança hídrica do Planeta. No Fórum deste ano o Conselho se debruça sobre hidro diplomacia e compartilhamento de água

 

Governadores do Conselho Mundial da Água no encontro que reconduziu, 2015, o brasileiro Benedito Braga  à presidência da entidade.  (Benedito Braga aparece na primeira fila, o terceiro da direita para a esquerda)

Brasília está esperando cerca de 40 mil visitantes por ocasião do 8º Fórum Mundial da Água, que acontece de 18 a 23 de março de 2018. O evento é superlativo em todos os seus aspectos. Milhares de pessoas, de praticamente todos os continentes, discutindo  centenas de temas pertinentes à água e suas derivações. Pela primeira vez o Fórum Mundial da Água acontece no Hemisfério Sul; o Brasil foi o País escolhido.

 

Este  evento gigantesco e plural  leva assinatura de uma instituição importante, respeitada e fundamental nas negociações internacionais, mediações de conflitos, projetos de preservação e visão sistêmica de tudo que envolve recursos hídricos. Esta instituição chama-se WWC (World Water Council) ou Conselho Mundial da Água.  O WWC é presidido por um brasileiro, Benedito Braga, uma das maiores autoridades do mundo no assunto.

 

O Conselho Mundial da Água é uma plataforma internacional que reúne públicos internacionais e variados (domínios políticos, científicos, técnicos e da sociedade organizada).  Com sede na cidade francesa de Marselha, foi criado em 1996 por iniciativa de reconhecidos especialistas em água e organizações internacionais, em resposta a uma crescente preocupação com questões mundiais da água da comunidade global.  O WWC tem como  missão promover a conscientização, construir o compromisso político e desencadear ações sobre questões críticas da água em todos os níveis incluindo, principalmente, o mais alto nível de tomada de decisão.

 

Todo o trabalho do WWC, iniciativas e atividades, é mostrado através do seu produto mais emblemático que é o Fórum Mundial da Água.  Durante o Fórum, o Conselho Mundial da Água pode apresentar sua visão estratégica comum sobre recursos hídricos e a gestão dos serviços de água e compartilhá-las com as partes interessadas, de do mundo. Este é o motivo porque o Fórum Mundial da Água reúne sempre milhares de pessoas e tornou-se um evento tão singular na importância e tão plural na participação.  

 

O trabalho desenvolvido pelo Conselho Mundial da Água busca conhecimento e o compartilhamento desse conhecimento. Nos últimos três anos, o WWC colocou grande ênfase naquilo que veio a ser conhecido como "hidro diplomacia internacional". Este trabalho vai culminar no 8º Fórum Mundial da Água, que tem como tema “Compartilhando Água”. No evento do Brasil o Conselho e seus parceiros vão poder estabelecer novas e profícuas bases para entendimentos e cooperação internacional no compartilhamento e gestão de recursos hídricos.

 

Ao final, todo o trabalho aponta na mesma direção: ajudar a preservar a vida na terra, garantindo qualidade e acessibilidade de água a todos os seres vivos.

 

O WWC é financiado principalmente através de taxas de adesão e taxas de licenciamento do Fórum e apoio adicional é fornecido pela cidade anfitriã de Marselha. Projetos e programas específicos são financiados através de doações e subvenções de governos, organizações internacionais e doadores.

Brasileiros marcam presença no Conselho Mundial da Água

 

O Brasil é um dos países com maior representação no WWC. O presidente do Conselho Mundial da Água é um brasileiro, Benedito Braga, que já está em seu segundo mandato (foi eleito em 2012 2 2015). Além do seu corpo diretivo, o WWC possui um Conselho de 36 Governadores provenientes de instâncias governamentais, empresarial, de organizações da Sociedade Civil, Associações Profissionais e Instituições Acadêmicas. Destes 36 Governadores, quatro são Brasileiros: Ricardo Medeiros (ANA – Agência Nacional de Águas), Lupércio Ziroldo (REBOB – Rede de Organismos de Bacias Hidrográficas), Newton Azevedo (ABDIB- Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base) e o próprio Benedito Braga, que como governador representa a Escola Politécnica de São Paulo. Há ainda uma representação feminina, Tatiana dos Santos Silva, que representa as Américas na esfera “Delegados da Juventude” (são cinco delegados ao todo, representando todos os continentes).

 

Maiores informações sobre o Conselho Mundial da Água: www.worldwatercouncil.org

 Organização do 8º Fórum Mundial da Água

 

O 8º Fórum Mundial da Água leva assinatura do Conselho Mundial da Água. Mas a organização é compartilhada com a ANA (Agência Nacional das Águas) e o governo do Distrito Federal, sede do evento através da ADASA (Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal).

 

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos