Encontro discute segurança hídrica em países da CPLP

14/06/2017

O 13º SILUSBA – Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa- acontecerá na cidade do Porto, em Portugal, no mês de setembro. Este será também um evento que repercutirá na realização do 8º Fórum Mundial da Água.

 

 

 

Acontece de 13 a 15 de setembro de 2018 mais uma edição do SILUSBA - Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa - desta vez em sua 13º edição. O evento será na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), no Porto, Portugal, sob o tema “Gestão Sustentável da Água”, propondo 12 temas gerais e um tema especial dedicado aos “Objetivos do Desenvolvimento Sustentável” (ODS) e à “Melhoria da Qualidade da Água em África”.  As últimas edições do SULUSBA aconteceram em Maputo (Moçambique) em 2013 e em Brasília, em 2015.

 

O evento é uma promoção conjunta da  Associação Brasileira de Recursos Hídricos (ABRH), Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos (APRH), a Associação Cabo-Verdiana de Recursos Hídricos (ACRH) e a Associação Aquashare Moçambique. As inscrições podem ser feitas no site da ABRH. Deste encontro  serão levantados temas e posicionamentos para debates no 8º Fórum Mundial da Água, que acontecerá em Brasília, dos dias 18 a 23 de março, principalmente no que diz respeito à CPLP.

 

 Gestores dos países de língua portuguesa se encontram para discutir segurança hídrica em África e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

 

Melhoria da qualidade e gestão das águas na África

 

“As questões em torno dos Recursos Hídricos continuam a ser de importância vital para o Mundo e não podemos pensar nas questões da água que precisamos e consumimos sem darmos a devida importância ao recurso base e como o gerimos. Por isso é necessário continuar persistentemente na defesa de uma Gestão Sustentável da Água, que enquadre a defesa dos Recursos Hídricos como elemento de base a todo o círculo urbano da água”, explica o presidente da Comissão Organizadora Local e Internacional do Simpósio, Francisco Taveira Pinto. De acordo com ele, “este enquadramento torna-se ainda mais importante numa perspectiva de escassez e de dificuldades de gestão, como acontece em alguns países de língua oficial Portuguesa. Por este motivo o SILUSBA adotou especial relevância ao enquadramento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e da sua importância na melhoria da qualidade da água em África.”.

 

Elemento-chave nas políticas de combate à pobreza, por vezes ameaçados pelo próprio desenvolvimento, os Recursos Hídricos estão ligados diretamente às questões como as alterações climáticas, agricultura, segurança alimentar, saúde, energia, equidade, inclusão social, gênero e educação. A água é essencial para o crescimento da economia e para o combate à pobreza, levando-se em consideração que apesar do progresso considerável muitas pessoas ainda não têm acesso a fontes de água potável de qualidade. Esta falta de acesso é um dos fatores determinantes de indicadores de pobreza extrema. E toda essa situação é mais sensível no continente Africano.

 

“Em todo este contexto a APRH acredita mais uma vez que o 13º SILUSBA será um fórum essencial para a discussão destes problemas, propondo um conjunto de temas que vão de encontro a essa conjuntura e à necessidade de se definirem metas e formas de atingir os ODS”, completa Francisco Taveira Pinto, presidente da comissão organizadora do Seminário.  

 

O que é onde fica a CPLP

 

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é uma organização internacional formada por países lusófonos (de língua portuguesa), cujo objetivo é o "aprofundamento da amizade mútua e da cooperação entre os seus membros”.

 

A CPLP foi criada em 17 de Julho de 1996 por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe. No ano de 2002, após conquistar independência, Timor-Leste foi acolhido como país integrante.

 

A sua sede fica em Lisboa, Portugal, e sua atual secretária executiva é Maria do Carmo Silveira, de São Tomé e Príncipe; e Georgina Benrós de Mello, natural de Cabo Verde, quem atualmente ocupa o cargo de Diretor (a) Geral.

 

 

TEMAS GERAIS DO 13º SILUSB

 

• Gestão de recursos hídricos em bacias nacionais e transfronteiriças;

• Água e serviços dos ecossistemas;

• Água, território e adaptação à variabilidade climática;

• Governança e participação pública para a gestão da água;

• Educação para uma nova cultura do uso da água;

• Sistemas hídricos sustentáveis;

• Inovação para uma economia verde;

• As TIC na gestão de recursos hídricos;

• Gestão de riscos de eventos extremos;

 • Água, energia e segurança de barragens;

• Compatibilização dos múltiplos usos da água;

• Água, agricultura e irrigação;

• Gestão costeira de recursos hídricos e turismo Tema Especial;

• Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e a melhoria da qualidade da água em África.

 

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos