Projeto leva boas práticas hídricas para a pecuária

15/10/2017

Projeto da Embrapa em parceria com a Nestlé ensina produtores como otimizar a utilização de água. Hidrômetros foram colocados em fazendas para ajudar os produtores na medição do consumo.

 

Mudanças de hábitos simples e utilização de equipamento correto podem levar a uma grande economia de água.

A Embrapa inovou com a publicação "Boas Práticas Hídricas na Produção Leiteira", um projeto de responsabilidade hídrica junto aos produtores: ela disponibilizou um guia para auxiliar produtores na adoção do uso correto de recursos hídricos na agropecuária, para uma produção mais competitiva e dentro das exigências da legislação ambiental do País.

 

As boas práticas hídricas no sistema de produção animal passam pela alimentação, insumo produtivo e recurso natural. "Exercitar a utilização e o manejo da água nessas três dimensões proporcionará disponibilidade hídrica em quantidade e qualidade na produção rural", afirmou o pesquisador e autor da publicação, Júlio Palhares.

 

No manual, a Embrapa faz recomendações que consideram a realidade da produção leiteira brasileira e as legislações ambientais. "A pecuária leiteira pode ser pioneira na utilização de boas práticas hídricas, garantindo a oferta de um produto que considere os valores de segurança dos alimentos e de conservação do meio ambiente, bem como a saúde humana e animal", destaca o pesquisador.

 

De acordo com pesquisa da Embrapa Pecuária Sudeste, manejos simples, mudanças de hábito e qualificação de mão de obra podem ajudar os produtores a economizar até 30% de água em instalações de ordenha. Raspagem do piso, uso de água sob pressão, substituição de mangueira de fluxo contínuo por modelo de fluxo controlado, manutenção do piso e programa de detecção de vazamentos são medidas eficazes de economia de água, de acordo com pesquisadores.

 

Uma iniciativa da Nestlé

 

A ideia para o desenvolvimento do guia surgiu com a iniciativa da Nestlé de instalar hidrômetros nas fazendas de leite para aferição e para estimular a utilização consciente da água. O programa trabalha com uma equipe de colaboradores, treinados pela Embrapa, que visitam as fazendas periodicamente para auxiliar na medição mensal do consumo, além de realizar a capacitação sobre boas práticas na utilização de água e distribuição de material de apoio para ajudar os produtores no uso racional do recurso.

 

Acompanhar e medir o consumo de água possibilita que o produtor faça um planejamento em bisca de eficiência hídrica, seja na sala de ordenha ou na fazenda. Nas propriedades rurais de Araraquara impactadas pelo projeto, a simples instalação dos hidrômetros e acompanhamento do consumo já trouxe uma redução de 13,2 no consumo de água.

 

Fontes: Embrapa e Canal Rural

 

 

Please reload

Design & Marketing

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos