Você sabia que nos desidratamos ao longo dos anos?

18/10/2018

Com o avanço da idade, o índice de água no organismo diminui drasticamente, chegando a 50%, fazendo com que a desidratação em idosos ocorra mais rápida e facilmente do que se pode imaginar. Estudos apontam que a falta de água no organismo é o grande vilão que provoca a confusão mental, sintoma muito comum nessa faixa etária e que às vezes acaba sendo confundido com outras doenças e, também, queda da pressão arterial, aceleração dos batimentos cardíacos e dor no peito.

 

 

Já dizia Tales de Mileto: “A água é o princípio de todas as coisas”. A água é essencialmente importante para nós e, sem a sua existência, seria impossível haver vida neste planeta. A água é considerada um recurso encontrado em abundância em nosso planeta. 70% da superfície do nosso planeta é composta por água, porém, somente 4% dessa água é doce e própria para ser consumida.

 

Basicamente, somos feitos de “água”. Durante a fase fetal, 100% da nossa composição é fluida, e com o desenvolvimento até a fase ‘idosa’, chegamos aos 50% de fluidos. Ou seja, um idoso de cinquenta quilos, terá a metade do seu peso em água.

 

E qual a função de tanta água?

 

São inúmeras as funções: transporte de nutrientes às células, limpar o corpo das substâncias tóxicas, ajuda na digestão, previnem câimbras, protege o coração, melhora o funcionamento do intestino, aumenta a resistência física, regula a temperatura, lubrifica, acelera reações químicas e controla a pressão sanguínea.

 

Quando o consumo de água ou outras bebidas é baixo o corpo faz um racionamento, diminuindo os líquidos nos órgãos “menos importantes” como a pele, cabelos, unhas e também reduz a sua excreção pela urina e suor. Mas isso pode trazer danos ao organismo; quando a urina fica escura por falta de hidratação favorecemos o crescimento de bactérias na bexiga, e com isto pode se contrair uma infecção urinária.  A urina é composta de 95% de água e é através dela que nosso corpo libera substâncias tóxicas, que estão em excesso ou que não serão utilizadas no nosso organismo. Devido a isso, julga-se ideal consumir de 1,5 a 2 litros de água por dia para repor o que foi perdido.

 

Fonte: Portal do Envelhecimento

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos