Igam promove capacitação sobre gestão de águas subterrâneas

07/10/2019

 

Princípios básicos e aplicações práticas dos conceitos de hidrogeologia foram tratados em capacitação ministrada a técnicos do Igam 

 

Com o aumento no número de pedidos de outorgas de águas subterrâneas, que tem se intensificado em 2019, o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) está capacitando seus servidores para melhor acompanhar os processos e aprimorar as metodologias para as análises técnicas. Entre segunda e esta quarta-feira (30/09 a 2/10), o Instituto promove o curso “Hidrogeologia: análise do comportamento das águas subterrâneas”, voltado para seus servidores e integrantes do quadro técnico da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), que atuam com pedidos de outorga em processos de licenciamento ambiental.

 

A capacitação, realizada em Belo Horizonte, aborda desde princípios básicos e também aplicações práticas dos conceitos de hidrogeologia na gestão de recursos hídricos. “Águas subterrâneas têm uma série de especificidades. Temos que avaliar, por exemplo, os impactos de muitos usuários em um local próximo à captação, o que pode gerar superexploração do aquífero; dentre outras situações peculiares. Este treinamento surge, justamente, das necessidades impostas por este aumento de demanda”, ressalta a diretora-geral do Igam, Marília Melo.

 

Ela ressalta ainda que o curso atende a uma necessidade de aprimoramento da capacidade técnica das equipes, tendo em vista que hidrogeologia é uma disciplina bastante específica nas universidades. “Muitos de nossos servidores não tiveram essa disciplina em sua formação-base e essa é uma oportunidade de aprender sobre o assunto. Desta forma, desenvolvemos esta capacitação para ampliar o conhecimento acerca do tema” explica.

 

A diretora-geral destaca também o papel fundamental dos órgãos ambientais na qualificação constante de seu quadro de servidores para que, tanto analistas, quanto técnicos tenham contato com as mais recentes ferramentas e metodologias disponíveis no mercado. “Apenas por meio da qualificação e do incentivo ao aprimoramento contínuo seremos capazes de atingir a excelência nos serviços públicos prestados à população”, afirma.

 

PRIMEIRO MÓDULO

 

O treinamento foi dividido em dois módulos. De acordo com o consultor em Hidrogeologia e palestrante do curso, Antônio Carlos Bianchini, ele é o primeiro voltado a todos os servidores que atuam com outorga de águas subterrâneas e o segundo direcionado apenas a aqueles que analisam outorgas de grandes usuários. Para este último caso, estão sendo detalhados aspectos específicos do processo, como modelagem numérica hidrogeológica e avaliação de fluxos subterrâneos. Entre os temas apresentados neste primeiro módulo estão a origem da água e o ciclo hidrológico, reservas e recursos de águas subterrâneas, hidráulica de poços e manutenção de aquíferos reais.

 

O analista da Superintendência Regional de Meio Ambiente (Supram) Norte, Gilmar Figueiredo, participou da capacitação e considerou o curso uma ótima oportunidade de atualização profissional e aprofundamento de temas ligados diretamente ao seu cotidiano de trabalho. “Acredito que os conhecimentos adquiridos neste curso serão de grande utilidade para a análise de documentos técnicos, como testes de vazão e de recuperação, indispensáveis para o correto processo de outorga”, afirma.

 

 

Sisema

Please reload

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos