Técnica de congelamento é usada em reparo numa tubulação de água sem interromper fornecimento

03/04/2020

Já imaginou congelar parte de um equipamento de água para realizar um reparo ou uma espécie de “cirurgia” na tubulação?

 

 

Foi esta a solução encontrada pelas equipes da Sabesp no município de Embu, Grande São Paulo. Durante a operação, um dos registros do reservatório travou e o reparo exigiria a interrupção do fornecimento  para outros centros de reservação que atendem mais de 200 mil pessoas. 

 

De forma inovadora, Marco Antonio de Oliveira, gerente da operação da Sabesp, lembrou-se do aprendizado obtido num fórum sobre congelamento para conserto rede com uso de nitrogênio líquido e decidiu adotar na região. 

 

A ideia foi  “congelar” o trecho da tubulação a uma temperatura de 196 º negativos e impedir a passagem da água. O tampão de gelo na extremidade permitiu a retirada do trecho, isolando-o do restante do tubo e a manutenção de forma segura.

 

Com isso, os demais reservatórios permaneceriam ativo e a população plenamente abastecida. 

 

Alexandre Balbino Machado, técnico em sistemas de saneamento, acompanhou a contratação e execução dos serviços e reconhece os ganhos no processo.  “Buscar sempre novas tecnologias para solucionar problemas do cotidiano é uma constante quando falamos em manutenção. A solução permitiu a realização rápida, em horário comercial e sem qualquer influência no abastecimento em detrimento a trabalhos complexos que normalmente demandam muito planejamento e impactos, pois necessitam de grandes paradas para serem executados. Posso afirmar que o custo-benefício resultante da aplicação desta técnica em redes de água, inovadora é inegável”, concluiu.

 

Fonte: SABESP

Please reload

Design & Marketing

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos