top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

Faltam duas semanas para fim do prazo de inscrições para Seminário de Hidrologia Espacial

Faltam duas semanas para fim do prazo de inscrições para Seminário de Hidrologia Espacial


Informações sobre o Seminário de Hidrologia Espacial

Em parceria com o Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento da França (IRD na sigla em francês) e com a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) realizará o Seminário de Hidrologia Espacial em 8 de dezembro, uma sexta-feira. O evento acontecerá presencialmente no Auditório Flávio Terra Barth, na sede da instituição, em Brasília, e terá transmissão via internet. Até 30 de novembro, o público interessado em participar do Seminário deverá se inscrever por meio de formulário eletrônico.


O evento é promovido com foco em profissionais com interesse no uso de dados de satélite para estudar e monitorar variáveis de quantidade e qualidade de água em rios, lagos e reservatórios. Isso inclui perfis das áreas de gestão, regulação e monitoramento de recursos hídricos e de áreas correlatas, como pesquisa científica, saneamento básico e meio ambiente. Como pré-requisitos para participação, é recomendável que os(as) interessados(as) atuem profissionalmente na área de recursos hídricos ou meio ambiente, especialmente em funções gerenciais ou de apoio técnico à tomada de decisão.


Um dos objetivos do Seminário de Hidrologia Espacial é divulgar os resultados parciais do Projeto HidroSat, executado em parceria entre a ANA e o IRD com intermediação da ABC, além de trabalhos realizados por instituições parceiras no Brasil em hidrologia espacial. O evento também é realizado com o intuito de capacitar profissionais interessados em utilizar dados de satélite para obter dados quantitativos e qualitativos sobre recursos hídricos e áreas correlatas, como: saneamento básico, segurança de barragens e monitoramento ambiental. Além disso, o encontro promoverá o debate sobre potenciais avanços e cooperações no uso de dados de satélite para monitoramento de corpos hídricos.


A programação contará com palestras sobre o Projeto HidroSat. Em seguida o tema em discussão será o monitoramento da turbidez (indica quão turva está a água) e de sedimentos suspensos em rios. O terceiro bloco temático terá as apresentações pautadas pelo monitoramento da eutrofização (aumento excessivo de algas e cianobactérias causado por poluentes) em lagos e reservatórios. Por fim, as inovações em hidrologia espacial serão apresentadas e discutidas.

HidroSat

O Hidrosat tem o objetivo de aprimorar as metodologias aplicadas na coleta, tratamento e integração dos dados de altimetria espacial e de sensoriamento remoto óptico – ambas são formas de monitoramento por satélite. Com isso, são gerados dados e informações de quantidade e qualidade de águas não monitoradas com estações da Rede Hidrometeorológica Nacional, especialmente em locais remotos e de difícil acesso.


Nesse contexto o uso de dados de satélite permite solucionar limitações de custo e logística, assim como possibilita a recuperação de dados pretéritos. Esse tipo de iniciativa também favorece um monitoramento integrado de parâmetros, como vazão e concentração de sedimentos em suspensão nos corpos d’água.


Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM) Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) (61) 2109-5129/5495/5103


Fonte: Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

7 visualizações

コメント


bottom of page