Sumário da água

Blog da REBOB

AGEVAP seleciona engenheiros para Programa Escola de Projetos na Bacia Hidrográfica do Rio Doce


Até 29 de abril, às 17h, estarão abertas as inscrições para quatro vagas para engenheiros que atuarão no Programa Escola de Projetos na Bacia Hidrográfica do Rio Doce durante 24 meses. Os interessados em participar da seleção deverão entregar toda a documentação prevista no Edital de Seleção de Pessoal nº 01/2021 na sede da Filial da Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (AGEVAP), que fica na Rua Afonso Pena, nº 2590, Centro, Governador Valadares (MG), CEP: 35010-000. Os envelopes com a documentação também podem ser enviados pelos Correios via SEDEX com Aviso de Recebimento (AR).


Uma das vagas é para engenheiro com formação superior há mais de cinco anos em Engenharia Civil ou Hídrica, que deverá atuar no contexto do Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Doce (PIRH-Doce). O Cargo 2 é para um engenheiro com formação superior a cinco anos em Engenharia Civil, Sanitária ou Hídrica para atuar com programas do PIRH-Doce relacionados à temática de saneamento.


As outras duas vagas são para engenheiros com mais de cinco anos de formação em Engenharia Ambiental, Florestal ou Agronômica. Ambos trabalharão no âmbito da Iniciativa Rio Vivo, que engloba programas do Plano Integrado sobre: controle das atividades geradoras de sedimentos, expansão do saneamento rural, recomposição de Áreas de Preservação Permanentes (APPs) e Nascentes.


A seleção terá duas etapas, sendo a primeira eliminatória com análise curricular e de documentos que comprovam a experiência dos candidatos. A segunda etapa será de entrevista e terá caráter classificatório. Os candidatos aprovados na primeira fase serão convocados para a segunda etapa pelos sites da AGEVAP (www.agevap.org.br/agedoce.php) e do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce (www.cbhdoce.org.br), assim como por e-mail ou contato telefônico.


A AGEVAP celebrou o Contrato de Gestão nº 34/2020 com a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) – com anuência do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce (CBH-Doce) – para exercer a função de agência de água na bacia como entidade delegatária.


Acesse o Edital de Seleção de Pessoal AGEVAP nº 01/2021 para ter todas as informações sobre a seleção.

O Programa

O Programa Escola de Projetos do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce tem as funções de acompanhar, monitorar, apoiar e executar ações do Plano de Aplicação Plurianual (PAP-Doce) para o período entre 2021 e 2025 nas temáticas de Gestão de Recursos Hídricos e Agenda Setorial. Além disso, o Programa Escola de Projetos atua no acompanhamento da revisão do Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Doce, na elaboração de projetos de esgotamento sanitário e na implantação e monitoramento da Iniciativa Rio Vivo.

Rio Doce

O rio Doce tem suas nascentes em Minas Gerais, nas serras da Mantiqueira e do Espinhaço, e percorre 879 quilômetros até sua foz em Linhares, Espírito Santo. O relevo da bacia é ondulado, montanhoso e acidentado. No passado, uma das principais atividades econômicas foi a extração de ouro, que determinou a ocupação da região e, ainda hoje, o sistema de drenagem é importante em sua economia, fornecendo água para uso doméstico, agropecuário, industrial e geração de energia elétrica.

Possuindo rica biodiversidade, a bacia do rio Doce tem 98% de sua área inserida no bioma de Mata Atlântica – os 2% restantes são de Cerrado. A região pode ser considerada privilegiada, ainda, no que se refere à grande disponibilidade de recursos hídricos, mas há desigualdade entre as diferentes regiões da bacia.

Entidades delegatárias

As agências de água integram o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGREH) e a sua criação deve ser solicitada pelo comitê de bacia hidrográfica e autorizada pelo respectivo conselho de recursos hídricos. A viabilidade financeira de uma agência deve ser assegurada pela cobrança pelo uso da água em sua área de atuação.


Enquanto as agências de água, que atuam como braço executivo dos comitês, não estiverem constituídas, os conselhos de recursos hídricos podem delegar o exercício de funções de competência das agências para organizações sem fins lucrativos por prazo determinado. Estas são as entidades delegatárias. Acesse aqui mais informações sobre as agências de água.


Assessoria de Comunicação Social (ASCOM)

Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

(61) 2109-5129/5495/5103

www.gov.br/ana

15 visualizações