Sumário da água

Blog da REBOB

ANA lança manual técnico sobre calibração de medidores de vazão em grandes tubulações


Foto: Zig Koch / Banco de Imagens ANA
Foto: Zig Koch / Banco de Imagens ANA

Está disponível o Manual Orientativo para Calibração de Macromedidores de Vazão de Água por Meio da Técnica de Pitometria, que é utilizada para aferir vazões em grandes tubulações por meio da pressão. Produzida pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), em parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT), a publicação apresenta a metodologia de medição de vazão de água com a técnica de pitometria desenvolvida pelo IPT. Vazão é o volume de líquido que passa através de uma seção durante um determinado tempo e costuma ser medida em metros cúbicos por segundo.

A publicação pode ser utilizada como orientação técnica para companhias de saneamento, estudantes, universidades, usuários e entidades governamentais que lidam com sistemas de captação e abastecimento de água ou que tenham interesse no tema. Enfatizando o que há de mais relevante para a medição de vazão por pitometria em campo, o Manual contém fundamentos teóricos sobre o tema, procedimentos práticos, cuidados para aplicação da técnica da pitometria na medição de vazão em tubulações de grandes dimensões, instrumentação e softwares utilizados para a atividade.

Além disso, o Manual será utilizado como referência para a fiscalização de captações de água e sistemas de adução de água bruta, aquela captada diretamente de rios e lagos, como é o caso do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF). Nesse sentido, a técnica de pitometria poderá ser utilizada para assegurar a adequação dos medidores de vazão instalados em grandes captações de água para perímetros irrigados, sistemas de abastecimento de água e mesmo para uma obra de grande porte como é o caso do PISF. Assim é possível aumentar a confiabilidade das medições dos volumes de água captados de rios e reservatórios, oferecendo subsídios para uma gestão de recursos hídricos mais efetiva.

A medição da vazão de água em condutos de grandes dimensões sempre foi um desafio para as empresas que necessitam quantificar com maior segurança os volumes captados, produzidos ou transportados por seus sistemas hidráulicos. Embora existam diferentes tecnologias de medição de vazão, é preciso assegurar a confiabilidade metrológica desses medidores de vazão, que necessitam ser avaliados e calibrados periodicamente.

Contudo, devido às dificuldades operacionais e logísticas, a calibração em laboratório desses chamados macromedidores de vazão não costuma ser uma solução viável técnica e economicamente. Sendo assim, o Manual Orientativo traz uma alternativa para contornar esses desafios para calibração dos medidores de vazão de grandes captações de água dentro das periodicidades e critérios técnicos e sem a necessidade de remover o medidor de seu local de operação.

Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM) Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) (61) 2109-5129/5495/5103 www.gov.br/ana | Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | LinkedIn

6 visualizações