Sumário da água

Blog da REBOB

ANA participa de reunião da Conferência de Diretores Ibero-americanos de Água na Rep. Dominicana

ANA participa de reunião da Conferência de Diretores Ibero-americanos de Água na República Dominicana



Entre 26 e 28 de outubro, a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) participa da 23ª Reunião da Conferência de Diretores Ibero-americanos de Água (CODIA), realizada em Punta Cana, na República Dominicana, pelo Programa Hidrológico Internacional (PHI) da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).


O diretor da ANA Mauricio Abijaodi representou a Agência no Seminário Regional de Alto Nível, realizado no dia 26, e apresentou o novo marco legal do saneamento no Brasil durante o painel "Diálogos técnicos sobre planejamento do setor de saneamento”, realizado nesta quinta-feira (27). O papel da ANA no estabelecimento de normas de referência para o saneamento básico e as estratégias para o fortalecimento da governança dos órgãos reguladores infranacionais foi abordado na apresentação.

O evento discute temas como saneamento básico e gestão de recursos hídricos, com foco na evolução das metas do Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 6 (ODS 6), com foco na sustentabilidade econômica das infraestruturas de saneamento básico, governança de bacias hidrográficas, normatizações e participação social, sistemas de informação e gestão da seca.



A CODIA é a principal plataforma de diálogo político, colaboração técnica e cooperação em recursos hídricos, reunindo dirigentes de 22 países da comunidade ibero-americana para troca de experiências. A ANA tem apoiado ações no âmbito dessa rede voltadas à capacitação e revisão de documentos técnicos em temas, como: governança, qualidade e gestão territorial das águas.


ODS 6


O ODS 6 Água Potável e Saneamento busca assegurar a disponibilidade e a gestão sustentável da água e saneamento para todos os países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) até 2030. Sua meta 6.3 é de melhorar a qualidade da água por meio da queda da poluição e o estímulo à reutilização do recurso. A meta 6.4 prevê aumentar a eficiência do uso da água em todos os setores e reduzir o número de pessoas que sofrem com a escassez hídrica. Segundo a meta 6.5, os países deverão implementar a gestão integrada de recursos hídricos, inclusive via cooperação transfronteiriça no caso de águas internacionais. Já a meta 6.6 é de proteger e restaurar ecossistemas relacionados à água, como aquíferos e zonas úmidas.


Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM)

Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) (61) 2109-5129/5495/5103 www.gov.br/ana | Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | LinkedIn | TikTok


Fonte: Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

15 visualizações