Sumário da água

Blog da REBOB

CBHSF contempla Traipu (AL) com projeto de esgotamento sanitário


Foram iniciados os trabalhos que visam a elaboração do projeto de esgotamento sanitário do município de Traipu (AL), no Baixo São Francisco. A visita à cidade ocorreu na última quinta-feira (14) e contou com a presença de representantes da prefeitura, do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), da Agência Peixe Vivo (APV) e da empresa de consultoria HIDROBR, responsável pela execução do projeto.

Durante o encontro, os representantes das entidades percorreram as áreas para avaliar a situação e assim trabalhar em prol de melhorias. Ricardo Estanislau Braga, coordenador Técnico da Agência Peixe Vivo, disse que a visita foi produtiva e toda equipe da Prefeitura de Traipu se mostrou bem receptiva. “Já demos início aos trabalhos quanto a questão da fiscalização. A empresa que está desenvolvendo o projeto – HIDROBR – esteve presente na reunião e orientou de forma técnica todos os representantes envolvidos. Depois, passamos na região a fim de conhecer e identificar possíveis pontos de problemas que serão avaliados no decorrer da execução do projeto”.

O presidente do CBHSF, Maciel Oliveira, contou que o projeto de esgotamento sanitário do município de Traipu (AL) é fruto de um desdobramento do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), que também foi realizado pelo CBHSF. “O Comitê fez um chamamento e selecionou quatro municípios da calha do São Francisco, um de cada região fisiográfica para que possam ser executados planos e projetos. Iremos elaborar agora o projeto básico e executivo do saneamento do município de Traipu porque entendemos que a qualidade da água é algo extremamente importante e que o Comitê defende muito. Além de cobrar, apoiar nos programas municipais de saneamento, nós vamos agir para a execução da política de saneamento de alguns municípios, inclusive em Traipu”, explicou. Para explicar a parte técnica, Letícia Santos, engenheira ambiental e sanitarista que representa a empresa HIDROBR, contou que a visita consistiu num reconhecimento inicial da área urbana do município de Traipu (AL). Na ocasião, identificamos o escoamento natural e os pontos baixos, haja vista que estes poderão precisar de Estações Elevatórias. “Além disso, buscamos alternativas para locação da Estação de Tratamento de Esgoto e identificamos os principais problemas do Sistema de Esgotamento Sanitário, a fim de propor soluções”.

Membro do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco e morador de Traipu, Antônio Jackson declarou que, nessa reunião prévia, a empresa executora do projeto identificou alguns pontos de esgotos, a topografia da cidade e avaliou como o trabalho poderá ser realizado. “O trabalho já vai ser iniciado. Logicamente que o município já tem o plano de saneamento básico financiado pelo Comitê e agora receberá o projeto, então iremos acompanhar os próximos passos de perto. A prefeitura de Traipu também está empenhada para a concretização do projeto. Eu participei parcialmente e dei minha colaboração enquanto membro do CBHSF e espero que ele seja executado o mais rápido possível, para que o município tenha seu esgoto tratado”, concluiu.

Assessoria de Comunicação do CBHSF: TantoExpresso Comunicação e Mobilização Social *Texto: Deisy Nascimento *Fotos: Deisy Nascimento; HIDROBR

6 visualizações