top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

CBHSF realiza visita técnica em comunidade de Mirangaba-BA

CBHSF realiza visita técnica em comunidade de Mirangaba-BA para execução de projeto de sustentabilidade hídrica



O secretário do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, Almacks Luiz Carneiro da Silva, acompanhado do coordenador técnico da Agência Peixe Vivo, Guilherme Guerra, esteve nesta terça-feira (28) em Taquarendi, distrito do município de Mirangaba, na Bahia, em visita técnica para iniciar as tratativas para execução de projeto de sustentabilidade hídrica. A comunidade foi selecionada para receber obras da construção de uma estação de tratamento de esgoto para reuso da água na agricultura e para reposição do lençol freático.

O estudo realizado para elaboração do Plano de Bacia do Rio Salitre, afluente do São Francisco, indicou o rebaixamento do lençol freático devido, entre outros fatores, à quantidade de poços tubulares em operação, o que pode, ao longo do tempo provocar escassez hídrica em diversas comunidades. Além disso, devido à ausência do tratamento adequado da água, a região, envolvendo o distrito de Caatinga do Moura, em Jacobina, foi o maior polo de esquistossomose nas décadas de 1960 a 1970, tendo a importante ajuda e intervenção dos pesquisadores e cientistas José Carlos Bina e Aluizio Prata. Por esse motivo, o projeto deve homenagear os pesquisadores, recebendo o nome do professor José Carlos Bina.

O projeto prevê o tratamento do esgoto da comunidade, com aproximadamente seis mil pessoas, servindo principalmente como recarga de uma área cárstica. “O município de Mirangaba será pioneiro na região do Submédio São Francisco na implantação desse ‘piloto’ que o Comitê vai financiar. Recebemos a proposta do projeto concebido pela Associação dos Moradores do Mandacaru em Taquarendi, que teve a Universidade Federal da Bahia – UFBA, na pessoa da professora Dra. Yvonilde Medeiros, coordenadora do mestrado em rede nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos – Polo UFBA, contribuindo na experiência e viabilizando a continuidade no processo de extinção total da esquistossomose. O projeto justifica a coleta, tratamento e o reuso da água do esgotamento sanitário do distrito”, afirmou Almacks Luiz, lembrando ainda que a comunidade é um dos polos mais evoluídos em cultivo de banana fora da calha do rio São Francisco. A visita técnica realizada à comunidade foi o primeiro passo para execução dos serviços. Após reunião com o prefeito de Mirangaba, Dirceu Mendes Ribeiro, ficou programado o levantamento e cadastro das famílias a ser realizado pelo município. Em seguida será contratada empresa que vai verificar o quantitativo de ligações na rede de esgoto e vai delimitar o total de famílias a serem atendidas. Um acordo de cooperação também será assinado entre o Comitê, a Agência Peixe Vivo e o município firmando a doação de terreno onde será construída a estação de tratamento do esgoto. Após a contratação do termo de referência será realizada a contratação da empresa para execução dos serviços.

Participaram da visita técnica também o secretário de Meio Ambiente de Mirangaba, Enilton Mendes Dias, o presidente da Associação dos Moradores do Mandacaru, Eldo Mendes Dias, técnicos da Secretaria de Meio Ambiente, Rubenilton Rodrigues e José Antonio, além do técnico da prefeitura de Jacobina, Elton Marques.

Assessoria de Comunicação do CBHSF: TantoExpresso Comunicação e Mobilização Social *Texto: Juciana Cavalcante *Foto: Kel Dourado; Guilherme Guerra


Fonte: CBHSF

10 visualizações

Comentários


bottom of page