Sumário da água

Blog da REBOB

Comitê aprova atualização do Plano de Recursos Hídricos da bacia dos rios Piancó-Piranhas-Açu PB/RN


Reunião do CBH PPA - Foto: Divulgação CBH PPA
Reunião do CBH PPA - Foto: Divulgação CBH PPA

Durante a 25ª Reunião Ordinária do Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Piancó-Piranhas-Açu, em Pombal (PB), o Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Piancó-Piranhas-Açu (CBH PPA) aprovou a atualização do plano de recursos hídricos da bacia por unanimidade. Esse documento contém ações de gestão de recursos hídricos que deverão ser implementadas para a melhora das condições das águas da bacia em quantidade e qualidade até 2026. O plano teve seu primeiro ciclo de implementação entre 2016 e 2021 e terá o segundo ciclo de 2022 a 2026, que já considera a chegada das águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF).


A Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) participou do encontro representada pelos superintendentes Flávio Tröger, Humberto Gonçalves e Tibério Pinheiro; e pela servidora Rosana Evangelista. Também estiveram na reunião a empresa responsável pela atualização do Plano de Recursos Hídricos da Bacia dos Rios Piancó-Piranhas-Açu e representantes dos governos da Paraíba e do Rio Grande do Norte.


Evangelista falou que o momento é de relembrar tudo que já foi feito no planejamento dos recursos hídricos da bacia e olhar para frente, planejando o que ainda precisa ser realizado. “Quais são as ações que ainda não foram feitas, o que precisa ser detalhado um pouco mais. Então é hora de olhar para os próximos cinco anos e rever o que é mais importante agora”, conclui a especialista em regulação e recursos hídricos e saneamento básico da ANA.


O presidente do Comitê e ex-diretor da Agência, Paulo Varella, destacou a importância da atualização do plano de recursos hídricos da bacia. “É um momento histórico e relevante para a bacia. Essa talvez fosse a principal meta desse ciclo que se encerra. A revisão do plano significa que nós estamos planejando o que vamos fazer em curto, médio e longo prazo. Tivemos um ciclo vitorioso e era importante dar continuidade”, afirmou.


Planos de recursos hídricos


Previstos pela Política Nacional de Recursos Hídricos, os planos de recursos hídricos são documentos que definem a agenda das águas de uma região, incluindo informações sobre ações de gestão, projetos, obras e investimentos prioritários numa bacia hidrográfica ou num conjunto de bacias. Além disso, fornecem dados atualizados que contribuem para o enriquecimento das bases de dados da ANA e, consequentemente, para a gestão das águas.


A partir de uma visão integrada dos diferentes usos diferentes usos da água, os planos são elaborados em três níveis: bacia hidrográfica, nacional e estadual. Esses documentos também contam com o envolvimento de órgãos governamentais, da sociedade civil, dos usuários e de diversas instituições que participam do gerenciamento dos recursos hídricos. Saiba mais em: https://www.gov.br/ana/pt-br/assuntos/gestao-das-aguas/planos-e-estudos-sobre-rec-hidricos.


Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM) Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) (61) 2109-5129/5495/5103 www.gov.br/ana | Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | LinkedIn

9 visualizações