Sumário da água

Blog da REBOB

Diretora-presidente da ANA participa do Fórum de Integração Brasil-Europa

Diretora-presidente da ANA participa de debate sobre água e mudanças climáticas no Fórum de Integração Brasil-Europa


Diretora-presidente da ANA (à esq.) fala sobre água e mudanças climáticas durante a mesa redonda - Foto: Divulgação
Diretora-presidente da ANA (à esq.) fala sobre água e mudanças climáticas durante a mesa redonda - Foto: Divulgação

Nesta terça-feira, 19 de abril, a diretora-presidente da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), Veronica Sánchez Rios, participou da mesa redonda que teve como tema Água e Mudanças Climáticas. A discussão aconteceu em Lisboa, Portugal, no Fórum de Integração Brasil – Europa (FIBE). O título do evento é “Os desafios do Desenvolvimento: o futuro da regulação estatal”, que é uma série de encontros organizados pelo Fórum para debater os caminhos da retomada do bem-estar econômico e social após a pandemia da COVID-19 e, agora, da guerra europeia.


Além disso, o encontro busca discutir instrumentos essenciais para estimular investimentos e possibilitar trocas de experiências entre autoridades judiciais e reguladoras, professores, organismos internacionais e especialistas que atuam no Brasil e em Portugal.


“É uma enorme satisfação participar desse Fórum e uma grande oportunidade de estarmos discutindo, aqui em Lisboa, com representantes do governo português, sobre esse tema Água e Mudanças Climáticas. Essa inciativa é uma ótima possibilidade de aprender e compreender a experiência europeia, com exemplos exitosos que podem ser utilizados como experiência no Brasil. Além de conhecer mais a grande experiência que a Europa tem na gestão dos recursos hídricos”, disse a diretora-presidente da ANA.

Veronica Sánchez Rios destacou que existem alguns fatores que precisam ser observados na questão da gestão de riscos e mudanças climáticas, como as condições do clima com eventos extremos de chuvas intensas em curtos intervalos de tempo e secas prolongadas. Essa situação torna necessária uma gestão coordenada das crises com os diversos atores para lidar de forma mais adequada com esses sistemas. Para isso a ANA utiliza as salas de crise e de situação, dispondo de ações preventivas com o intuito de disponibilizar informações de forma tempestiva e preventiva para os diversos usuários de recursos hídricos.


A diretora-presidente apresentou as principais ações e boas práticas da ANA para garantir os usos múltiplos da água e falou sobre da regulação no saneamento básico. “O desafio da regulação é nos permitir abrir essa discussão e fazer uma troca de experiência europeia no sentido da regulação por indução. Ou seja, regulação que permita a troca de informações das melhores práticas a serem disseminadas com o objetivo de melhorar o setor do saneamento básico do Brasil e a gestão adequada dos recursos hídricos e, com isso, atingir a finalidade precípua que é buscar o interesse público coletivo”, ressaltou.


Além da diretora-presidente da ANA, Veronica Sánchez Rios, a mesa redonda contou com a participação de Ana Luisa Guimarães, mestre em Direito e Advogada; Adriano Stringhini, diretor de Gestão Corporativa da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP); Floriano Pesaro, presidente Honorário do Conselho Mundial de Água; Francisco Nunes Correia, ex-secretário de Estado do Desenvolvimento Social de São Paulo; Vinicius Benevides, vice-presidente da Associação Brasileira de Agências Reguladoras (ABAR); e George Santoro, secretário de Fazenda do Estado de Alagoas e moderador do debate.


Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM) Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) (61) 2109-5129/5495/5103 www.gov.br/ana | Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | LinkedIn

46 visualizações