top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

Mais de 240 nascentes cercadas pela iniciativa Rio Vivo


Foto: DióFreitas Leonel

Os Comitês da Bacia Hidrográfica do Rio Doce têm trabalhado arduamente para preservar e recuperar a saúde dos rios da região. Já são mais de 240 nascentes cercadas pelo Rio Vivo, uma iniciativa que visa à recuperação de nascentes, expansão do saneamento rural e redução da geração de sedimentos.


243 nascentes cercadas pelo Rio Vivo


Mais uma etapa foi concluída com sucesso recentemente. No balanço, até meados de maio de 2023, 243 nascentes foram cercadas em diferentes regiões da bacia hidrográfica.


Alto Rio Doce


Rio Piranga, foram cercadas nascentes nos municípios de Ponte Nova (17 nascentes), Piranga (13 nascentes), Oratórios (13 nascentes) e Amparo do Serra (9 nascentes);


Rio Piracicaba, foram cercadas nascentes nos municípios de Mariana (3 nascentes), Alvinópolis (23 nascentes), Rio Piracicaba (37 nascentes), Barão de Cocais (21 nascentes) e Santa Bárbara (17 nascentes);


Rio Santo Antônio, foram cercadas nascentes nos municípios de São Sebastião do Rio Preto (18 nascentes), Itambé do Mato Dentro (12 nascentes), Ferros (16 nascentes) e Santo Antônio do Rio Abaixo (14 nascentes).


Na região do Rio Caratinga, no Médio Rio Doce, foram cercadas 18 nascentes do município de Santa Rita de Minas e 12 nascentes do município de Engenheiro Caldas. Ainda na região do Médio Rio Doce, novos cadastros e iniciativas estão sendo desenvolvidas, principalmente nas cidades de Caratinga e Santa Bárbara.


Na Bacia do Rio Suaçuí, as atividades estão na fase de análise do plano de trabalho da empresa contratada para a execução das ações do Rio Vivo.


A iniciativa Rio Vivo reúne três programas realizados pelos Comitês da Bacia do Rio Doce: Programa de Controle das Atividades Geradoras de Sedimentos (P12), Programa de Saneamento Básico (P42) e Programa de Recomposição de APPs e Nascentes (P52). Esta iniciativa é fundamental para garantir a qualidade e a preservação do Rio Doce. Cada vez mais ações são necessárias para manter o rio vivo e saudável para as próximas gerações.


Fonte: CBH Doce

9 visualizações

Comments


bottom of page