top of page
Sumário da água

Blog da REBOB

ONS informa ANA sobre revisão dos volumes de espera para controle de cheias em Sobradinho (BA)

ONS informa ANA sobre revisão dos volumes de espera para controle de cheias no reservatório de Sobradinho (BA) até 12 de maio


Reservatório da hidrelétrica de Sobradinho (BA) - Foto: Zig Koch / Banco de Imagens ANA

Por meio das cartas CTA-ONS DOP/PR 0227/2023 e 0232/2023, de 1º de fevereiro, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou à Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) a revisão de volumes de espera para controle de cheias entre 4 de fevereiro e 12 de maio no maior reservatório da bacia hidrográfica do rio São Francisco: o da usina hidrelétrica de Sobradinho (BA).


O objetivo da medida é reencher esse reservatório, assegurando a preservação dos critérios para proteção dos locais com restrição de vazão mínima. Volume de espera é aquele mantido vazio num reservatório para ser utilizado para controle de cheias e é determinado no planejamento anual para esse tipo de controle.


De acordo com o ONS, a atualização foi realizada devido aos dados de monitoramento, previsões meteorológicas para as próximas semanas na bacia do Velho Chico e simulações hidráulicas no sistema do São Francisco, que inclui outros reservatórios, como Três Marias (MG) e Xingó (AL/SE). Os volumes de espera atualizados, resultantes de acordo entre o ONS e a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (CHESF), para o período de fevereiro a maio são os seguintes:



Sobradinho


A hidrelétrica de Sobradinho, na Bahia, fica a 748km da foz do rio São Francisco. Além da geração de energia, o reservatório cumpre o papel de regularização dos recursos hídricos da região, que abrange munícipios como Juazeiro (BA) e Petrolina (PE). Operada pela CHESF, a hidrelétrica tem potência instalada de 1.050,3MW e seu reservatório tem capacidade de armazenamento de 34,117 trilhões de litros – a maior da bacia do São Francisco.


Rio São Francisco


O rio São Francisco nasce na Serra da Canastra (MG), e chega à sua foz, no Oceano Atlântico, entre Alagoas e Sergipe, percorrendo cerca de 2.800km, passando por Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. O Velho Chico é o rio 100% nacional com maior extensão. A bacia possui 503 municípios e engloba parte do Semiárido, que corresponde a aproximadamente 58% desta região hidrográfica, que está dividida em quatro unidades: Alto, Médio, Submédio e Baixo São Francisco.


Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM) Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) (61) 2109-5129/5495/5103

Fonte: Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

9 visualizações
bottom of page