Sumário da água

Blog da REBOB

Parque Ecológico Mangueiral abraça um bairro sustentável

Ela é Caci Maria Sassi, 70 anos, jornalista, “ativistinha” do bairro Jardins Mangueiral, no Jardim Botânico, ainda em função comissionada no Senado Federal, que resolveu comprar uma casinha, num bairro novo e cheio de coisas por fazer. Se mete a ser sustentável, participar da Associação do Bairro, do Movimento Comunitário, da luta pelo Parque Mangueiral e de um grupo inovador chamado Tempo de Plantar. Encontra seu espaço num viveiro abandonado e começa a adorná-lo de plantas. O grupo aumenta, mãos habilidosas aparecem e voilá, temos nosso primeiro plantio em 2019, com ajuda de entusiasmados moradores e do grupo escoteiro, recém-formado: 270 mudas orgulhosamente contadas aqui e acolá.


A luta pelo Parque se intensifica: processos, promotorias, união entre os grupos e moradores vão descobrindo trilhas, nascentes cristalinas, animais silvestres. A proximidade com o presídio alerta: quem seria o louco de querer transformar esse Cerrado importante em mais uma exploração imobiliária?


Enquanto isso, um dos primeiros plantios urbanos, com supervisão da Novacap! Chique e belo. Necessário. Vem a pandemia, o grupo original se dispersa, as crianças se recolhem em casa, o viveiro fica tristinho, mas continua ganhando mudas graças às mãos de Natálio, um Coração Verde que sempre esteve do lado da natureza. Em 2020, o comitê de plantio consegue enterrar as raízes de mais 200 mudas de árvores, com a ajuda de amigos e cúmplices da natureza. Em 2021 começam as reformas do viveiro, que fica parco de gente, mas cheio de esperança. E mais uma vez, graças ao grande Coração Verde, têm a felicidade de espalhar mais 260 mudas, corrigindo falhas e faltas, no bairro que completa 8 anos. Cada dia é uma chance para retribuir um pouquinho do muito que a natureza dá à todos.


Continua o trabalho pela Parque, alguns esboçam projetos, revisam pendencias e aparecem os representantes políticos mais conscientes: o parque é criado, o governo veta, a Câmara derruba o veto, mas a luta não acaba. Novas ingerências podem colocar tudo a perder. Como desbravadores, alguns moradores vão ocupando a área verde: passeios, caminhadas, marcação das trilhas, tudo deve permanecer verde.


“Envolvimento com a natureza?” Todo mundo tem, mas demora a perceber como é importante e abrangente! No começo, influenciados por nossas mães e avós, até chegar à consciência de que cada um de nós e todo esse entorno somos um só organismo, amigo, conivente. Daí para crescemos, começamos a dar flores para os demais e arriscar cultivá-las. É assim que a planta se planta em nós e um dia resolvemos devolvê-las ao planeta. Antes que seja tarde demais; é só doar um tempinho para plantar árvores. Plantando o que é possível, já que o amor é manifesto em ações. Duzentas árvores aqui, trezentas acolá, e nosso bairro se reabastece de verde exclusivamente para nos devolver puro bem-estar. Nosso Comitê Mangueiral é uma feliz coincidência de aspirações, de um conjunto de pessoas prodigas na alegria de regenerar, ainda em tempo, para as futuras gerações. Faça hoje! Plante sua árvore de vida!”


Autora: Caci Maria Sassi

Redes Sociais: @cacimsassi

Portal da AAJM https://aajm.org.br/

Movimento Comunitário Jardim Botânico: https://www.mcjb.org.br

@tempodeplantarbrasil


Com Raimundo Gomes Carneiro, Chefe da Divisão de Implantação de Áreas Verdes da Novacap no DF e com o sonhador inicial do Movimento Regenerativo Tempo de Plantar: Paulo César Araújo



Com os Escoteiros nas ações de plantio de 2019


Com o “Coração Verde”: viveirista Natálio


Texto desenvolvido com a colaboração de Mirian Regina Patzlaff.

104 visualizações