Blog da REBOB

Rios voadores: o que são e como acontecem?


Você já ouviu falar em rios voadores? Árvores que transpiram? Parece coisa de desenho animado né? Mas é real!


Os rios voadores levam umidade para extensas regiões da América do Sul. Este fenômeno, estudado por Gerard Moss e Tiago Iatesta, é ocasionado por grandes fluxos aéreos de água sob a forma de vapor que vêm de áreas tropicais do Oceano Atlântico e são alimentados pela umidade que se evapora da Amazônia. As árvores que transpiram são as aliadas dos rios voadores pois elas fornecem muita água para eles. Na região Amazônica a quantidade de plantas que fazem o processo diário de transpiração, ou seja, de doar água para o ar em forma de vapor é imensa.

Uma árvore com copa de 20 metros de diâmetro transpira mais de 1.000 litros em um único dia. Imagine agora 400 bilhões de árvores transpirando juntas? Além disso, a quantidade de vapor de água evaporada pelas árvores da floresta amazônica pode ter a mesma ordem de grandeza, ou mais, que a vazão do rio Amazonas (200.000 m3/s), tudo isso graças aos serviços prestados da floresta (Projeto Rio Voadores). Fonte: Revista Veja, 2020 (https://veja.abril.com.br/blog/impacto/amazonia-tem-maior-numero-de-queimadas-em-junho-desde-2007/)

Em uma entrevista para o Programa Porque o Mundo Precisa de Água (POMPA) do Instituto Água Sustentável engenheiro mecânico e também especialista em prevenção e controle  da poluição do ar, Alfred Szwarc menciona que “aquilo que a floresta amazônica recebeu em termos de chuva ela também devolve para a atmosfera, o que acontece nesse processo o vento vai levando essa água em direção a oeste, esse vapor, essas massas enormes de vapor de água encontram uma barreira gigantesca na Cordilheira dos Andes que tem em torno de 4.000 metros de altura e parte cai ao encontrar essa barreira, se condensa, cai na forma de chuva nessas regiões formando as cabeceiras dos rios da região amazônica inclusive do próprio Amazonas e seus afluentes”.

De acordo com o Projeto Rios Voadores (SAIBA MAIS) desenvolvido pela Petrobrás e pelo Governo Federal, essa umidade em condições meteorológicas favoráveis como por exemplo uma frente fria vinda do sul se transforma em chuva. Assim, essa ação de transporte de enormes quantidades de vapor de água pelas correntes aéreas é um fenômeno que tem um impacto enorme no bem-estar social, saúde e economia. 

O engenheiro Alfred Szwarc destaca ainda que essa umidade proveniente dos rios voadores não é a única fonte importante de umidade de água, mas é uma fonte importante e isto pode ser evidenciado pelo fato de apenas 5-7% das terras agricultáveis no Brasil necessitarem de irrigação, nós temos um regime de chuvas fantástico, em parte que é devido presença desses rios voadores.

Os rios voadores são poderosos e sim, parecem sair de um desenho animado! Escute o podcast "Rios voadores e árvores que transpiram" (CLIQUE AQUI) para aprender mais e fique de olho nas nossas redes sociais para não perder a entrevista com Alfred Schwarcz que vai ao ar amanhã, sexta-feira, 13/11, em nosso canal no Youtube: http://bit.ly/youtubeias

Escrito por Bruna Soldera em 12 Novembro 2020 Postado em Blog.


Fonte: 

Projeto Rios Voadores: http://riosvoadores.com.br/o-projeto/fenomeno-dos-rios-voadores/

Podcat Rios voadores e árvores que transpiram: https://anchor.fm/dashboard/episode/eivcb2


Fonte da Notícia: Instituto Água Sustentável

27 visualizações

A Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas - REBOB é uma entidade sem fins lucrativos constituída na forma jurídicos de Associação Civil, formada por associações e consórcios de municípios, associações de usuários, comitês de bacia e outras organizações afins, estabelecidas em âmbito de bacias hidrográficas.

Design & Marketing Digital

Criatividade Coletiva - Inteligência de Marketing para Eventos
  • Telegram
  • LinkedIn App Icon
  • Wix Facebook page