Sumário da água

Blog da REBOB

Sanepar conclui curso de boas prática e inovação em saneamento para países da AL, Caribe e África


No curso, Sanepar apresentou projeto de placas solares na captação de água Passaúna
No curso, Sanepar apresentou projeto de placas solares na captação de água Passaúna

Sanepar conclui curso de boas prática e inovação em saneamento para países da América Latina, Caribe e África


Curso foi realizado por meio de parceria entre Sanepar, governo brasileiro e agência japonesa de cooperação internacional


A Sanepar encerrou a segunda edição do curso internacional para profissionais dos setores de saneamento e recursos hídricos de Angola, Cabo Verde, El Salvador, Paraguai, Peru e Guatemala. O Curso Internacional de Boas Práticas de Gestão e Inovação na Operação de Sistemas de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário foi promovido por meio de uma parceria entre a Sanepar, a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Ministério das Relações Exteriores, e a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA), no âmbito do Programa de Treinamento para Terceiros Países.


Durante 22 encontros em plataforma virtual, 12 treinandos tiveram acesso a conteúdos dos processos de água e esgoto da Sanepar e puderam identificar oportunidades de cooperação entre seus países e as entidades organizadoras. No encerramento, cada um dos treinandos apresentou de que forma os conhecimentos abordados no curso poderão ser aplicados em seus países, gerando aprimoramentos e valor para a sociedade.


As apresentações foram agrupadas nos temas água e esgoto. No que diz respeito à água, abordaram-se práticas de manejo e conservação de mananciais, a otimização dos processos produtivos, com foco no uso eficiente da energia, incluindo a geração de energia elétrica a partir de turbinas e de placas solares. Em relação ao tema esgoto, identificaram-se oportunidades para implantação de redes eficientes coletoras de esgoto e de aplicação do conceito de economia circular, contemplando a reciclagem do lodo na agricultura e a produção e o aproveitamento energético do biogás.


Maria Mayen, assessora do Departamento para o Manejo de Resíduos Sólidos do Ministério de Ambiente e Recursos Naturais da Guatemala, afirma que o curso foi muito enriquecedor e interessante. “O conhecimento pode ser aplicado no momento em que os municípios forem projetar suas estações de tratamento de esgoto, já planejando para que sejam sustentáveis desde o começo com aproveitamento do material resultante do processo em outra atividade.”


Arquiteto sênior da Província de Cunene, em Angola, Édio Gentil Saumbwako José, avalia que o curso internacional é uma ferramenta imprescindível para a realidade angolana, em especial por conta das grandes alterações climáticas registadas nos últimos anos no sul do país, o que foi agravado pela insuficiência de investimentos no aproveitamento das potencialidades hídricas.


“O Governo angolano está a dar passos positivos, mas para além do investimento temos a componente da gestão e manutenção dos grandes arranjos hidráulicos que estão em curso. Refiro-me aos sistemas de captação, tratamento e distribuição de água, bem como a transferência de caudais e barragens para a retenção de água em período de crises hídricas, como a registrada em 2019 quando a média mensal de chuvas chegou a 39,4 milímetros”, afirma.


Édio destaca a necessidade de formação de pessoal qualificado como a melhor aposta pela falta de quadros locais para gestão e operacionalização dos sistemas. “Por isso, congratulamos a parceria e a assistência técnica de todos os atores envolvidos na realização desta formação, com realce a JICA, ABC e Sanepar.”


O gerente de Pesquisa e Inovação da Sanepar, Gustavo Possetti, coordenador e instrutor do curso, ressalta que a iniciativa fortaleceu os laços técnicos e institucionais entre as partes, potencializando ações colaborativas. "O compartilhamento de conhecimentos e a troca de experiências são fundamentais para a promoção do saneamento ambiental sustentável nas nações. Durante o curso, a Sanepar demonstrou boas práticas e inovações, fruto da prestação de serviços qualificados de saneamento ao longo de décadas, ratificando sua visão afirma Possetti.


Fonte: SANEPAR


24 visualizações